OMS busca plano global contra resistência a antibióticos

Os antibióticos foram uma das maiores invenções da medicina e salvaram milhares de vidas.

Mas há um temor crescente quanto ao uso excessivo destes medicamentos, que está fazendo com que eles se tornem menos efetivos à medida que bactérias se tornam mais resistentes.

A preocupação é que infecções que eram facilmente tratáveis com antibióticos voltem a ser uma grande ameaça à saúde.

Nesta semana, a OMS (Organização Mundial da Saúde) realiza um encontro que tem entre seus objetivos criar um plano global para a contenção da resistência antimicrobiana.

Planos contra resistência de bactérias

No mês passado, o órgão lançou um relatório alertando que 75% dos países não tinham um plano para evitar que vírus e bactérias resistam a medicamentos.

Entre os 133 países consultados - entre eles o Brasil -, apenas 34 tinham projetos para conter a resistência. A OMS não detalhou quais.

Entre 2000 e 2010, segundo estudo da Universidade de Princeton publicado na revista científica The Lancet, o consumo de antibióticos aumentou 36%. Os países dos Brics - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - foram responsáveis por 76% desse aumento.

Já a venda de antibióticos sem prescrição cresceu 50%.

Era pós-antibiótico

A OMS tem alertado que o mundo está se dirigindo a uma era pós-antibiótico, em que a maior parte da medicina moderna perde sua utilização.

É da natureza de micróbios desenvolver resistência a drogas usadas contra eles, embora experimentos mais recentes estejam usando os próprios medicamentos para tentar reverter as mutações e tornar as bactérias novamente suscetíveis aos antibióticos disponíveis.

Se os remédios pararem de funcionar, infecções comuns como tuberculose podem voltar a matar. Cirurgias e tratamentos de câncer também dependem de antibióticos.

Embora os antibióticos sejam muito discutidos, também há alertas sobre a resistência do HIV a medicamentos antivirais e sobre o parasita que provoca a malária, que está ficando mais resistente a tratamentos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Bactérias

Infecções

Medicamentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.