Peça feita em impressora 3D salva vida de bebê

Peça feita em impressora 3D salva vida de bebê
A peça, de formato complexo, foi fabricada em uma impressora 3D usando um plástico de origem biológica, compatível com o corpo humano.
[Imagem: UMHS]

Engenheiros da Universidade de Michigan (Estados Unidos) usaram uma impressora 3D para criar uma peça exclusiva que salvou a vida de um bebê.

Kaiba Gionfriddo, agora com 20 meses de idade, tem uma doença rara nos brônquios, que faz com que eles se contraiam, impedindo o fluxo de ar para seus pulmões.

Glenn Green, pediatra, e Scott Hollister, engenheiro biomédico, analisaram a anatomia de Kaiba e projetaram uma peça única, que não existia em nenhum catálogo.

A saída foi usar uma impressora 3D para produzir a peça, que foi implantada e salvou a vida do garoto.

A peça, uma espécie de tala, foi costurada em torno das vias aéreas de Kaiba para expandir os brônquios, criando um "esqueleto artificial" para ajudar o crescimento adequado.

"Foi incrível. Assim que a tala foi colocada, os pulmões começaram a subir e descer pela primeira vez, e nós então soubemos que tudo estava indo bem," disse Green.

Kaiba foi liberado do suporte ventilatório 21 dias após o procedimento, e não teve mais problemas de respiração desde então.

A peça foi feita com um biopolímero - uma espécie de plástico de origem biológica - chamado policaprolactona, que deverá ter sido totalmente absorvida pelo corpo do garoto quando ele tiver por volta dos três anos de idade.

Outros pesquisadores já usaram a mesma tecnologia de impressão 3D para criar ossos artificiais e uma orelha artificial.


Ver mais notícias sobre os temas:

Equipamentos Médicos

Robótica

Sistema Respiratório

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.