Pedras dos rins poderão ser analisadas na hora

Pedras dos rins poderão ser analisadas na hora
O novo equipamento permite analisar imediatamente a pedra extraída do rim do paciente, o que é essencial para planejar o tratamento pós-operatório.
[Imagem: Fraunhofer IPM]

Análise das pedras renais

As pedras nos rins estão entre as doenças mais comuns, e sua recorrência pode ser evitada com o cuidado pós-operatório adequado.

No entanto, para que este cuidado seja eficaz, é necessário descobrir a composição das pedras extraídas do paciente.

É aí que começam os problemas, porque as tecnologias atuais de análise da constituição dos cálculos renais, como a espectroscopia de infravermelho, são caras e demoradas, exigindo a preparação das amostras em um laboratório especial - e médico e paciente não podem ficar esperando as cerca de três semanas que isso leva.

A solução pode estar em uma nova tecnologia que está em fase final de desenvolvimento no Instituto Fraunhofer (Alemanha), que permite a análise rápida das pedras renais imediatamente após o procedimento cirúrgico.

Impressão digital química

O Dr. Arkadiusz Miernik e sua equipe estão usando uma técnica chamada espectroscopia Raman, que permite caracterizar rapidamente e identificar o tipo específico de pedra renal de forma conclusiva.

Este método se baseia na análise da luz refletida pela amostra, que depende da composição da pedra e forma uma espécie de impressão digital química.

"As amostras são iluminadas com luz laser. Cerca de 1% dos fótons são refletidos de volta em um espectro diferente de onda altamente específico para a amostra," explica Miernik.

Um programa de computador analisa essa luz refletida e revela o tipo de pedra extraída do rim do paciente.

Um protótipo de demonstração, incluindo o equipamento e o software necessários para a análise dos cálculos renais já está pronto. Agora a equipe está trabalhando em sua miniaturização para que ele possa ser colocado à venda.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Cirurgias

Fotônica

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.