Pesquisa mostra diminuição do sedentarismo

Diminuição do sedentarismo

Uma pesquisa realizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, por meio do Programa Agita São Paulo, apontou que o número de pessoas que se dizem sedentárias, ou seja, que não praticam nenhum tipo de atividade física, caiu 72% nos últimos seis anos.

De acordo com o estudo, 9,6% disseram, em 2002, que não faziam exercício nenhum. Seis anos depois, o índice caiu para 2,7%. A pesquisa foi feita em 25 municípios e ouviu 8 mil entrevistados entre 14 e 88 anos. O estudo também apontou um crescimento significativo entre os que se dizem praticantes ativos de exercícios físicos.

Fisicamente ativos

São considerados ativos aqueles que fazem pelo menos 30 minutos de atividades físicas moderadas cinco vezes por semana. De 46,1%, em 2002, esse grupo passou para 66,7%, no ano passado. O aumento foi de 44,68%. No mesmo período, subiu de 7% para 15,7% o índice dos que se consideram muito ativos, ou seja, que se exercitam por pelos menos 30 minutos diários e ainda praticam alguma atividade vigorosa.

Já entre os que se exercitam de maneira irregular, pelo menos 30 minutos duas ou três vezes por semana, o índice caiu 41,05%. Em 2002, eles representavam 38% dos entrevistados. Em 2008, 22,4%.

Estilo de vida ativo

"Esses são dados a serem celebrados por todos, já que a mudança no comportamento para um estilo de vida mais ativo pode provocar uma diminuição da prevalência de doenças crônicas e do coração. Essa melhora se deve a um processo de conscientização da sociedade sobre a necessidade de praticar atividades físicas. O Programa Agita São Paulo tem o objetivo de reforçar essa tendência. A pesquisa mostra que estamos no caminho certo", disse Luiz Roberto Barradas Barata, secretário da Saúde.


Ver mais notícias sobre os temas:

Atividades Físicas

Prevenção

Coração

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.