Polímero sintético impede que HIV entre nas células

Polímero sintético impede que HIV entre nas células
A macromolécula sintética liga-se à célula imunológica, impedindo que o HIV entre nas células.
[Imagem: QUML]

Uma molécula sintética que imita a ligação do HIV às células do sistema imunológico pode ser a solução para impedir que o vírus da AIDS entre fisicamente no corpo humano.

Pesquisadores sintetizaram a molécula enorme - uma macromolécula - usando várias moléculas de açúcar, conhecidas como glicopolímeros.

Usando diferentes açúcares ligados à macromolécula, os cientistas foram capazes de averiguar quais moléculas de açúcar são as mais eficazes na inibição da ligação do HIV às células.

Eles então mediram como as macromoléculas competiam com o vírus para se ligar às células dendríticas do sistema imunológico, em diferentes concentrações.

"Estes resultados são preliminares, mas encorajadores, para potencialmente prevenir a disseminação do HIV por contato sexual," disse o Dr. Remzi Becer, da Universidade Queen Mary de Londres.

"Nós demonstramos que nossa molécula sintética se liga à célula imunológica, o que por sua vez impede que o vírus se ligue e entre [na célula]. As macromoléculas projetadas precisamente podem ser o ingrediente de um creme para camisinhas ou gel vaginal para atuar como uma barreira física entre o vírus e o corpo.

"Embora isso não seja uma cura para o HIV, é uma nova abordagem que poderia desacelerar dramaticamente a propagação do HIV por contato sexual, e um modelo que pode ser replicado para o tratamento de outras doenças sexualmente transmissíveis," concluiu o Dr. Becer.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Sexualidade

Prevenção

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.