Projeto Cérebro Humano criará cérebro virtual em supercomputador

Projeto Cérebro Humano criará cérebro virtual em supercomputador
O grande objetivo do cérebro virtual é dar mais informações sobre o cérebro real, além de ajudar a desenvolver novos medicamentos, softwares mais inteligentes e equipamentos robotizados controlados pelo cérebro.
[Imagem: HBP]

Cérebro Humano Virtual

A Comissão Europeia anunciou oficialmente a seleção do Projeto Cérebro Humano como uma de suas linhas prioritárias de pesquisa científica para os próximos 10 anos.

Com a seleção, o projeto receberá €1,19 bilhão (R$3,2 bilhões) para mapear o cérebro humano em uma resolução sem precedentes.

O projeto congrega milhares de cientistas de todo o mundo, e será coordenado por Henry Markram, da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça.

O objetivo é simular o cérebro humano em um supercomputador, estimulando o desenvolvimento da computação neuromórfica - que imite o funcionamento do cérebro humano - e da neurorrobótica - que usa chips neurais para controlar equipamentos com o pensamento.

O projeto facilitará sobretudo avanços médicos para o diagnóstico e tratamento de desordens cerebrais.

Conhecimento sobre o cérebro

Os cientistas planejam juntar todo o conhecimento atual sobre o cérebro humano e usá-lo para construir um cérebro virtual, neurônio por neurônio.

Esse cérebro virtual permitirá realizar simulações e testar modelos que poderão trazer novas luzes sobre o funcionamento do órgão.

No aspecto prático, será possível verificar a reação a tratamentos e novos medicamentos, sem precisar usar animais de laboratório e sem as grandes dificuldades éticas e práticas de fazer experimentos no cérebro humano.

O Projeto Cérebro Humano contemplará a construção de dois superlaboratórios de altíssima tecnologia, um localizado em Lausanne e outro em Estocolmo.

Os trabalhos vão começar no final deste ano, e a estimativa é que estejam concluídos em 2023.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cérebro

Neurociências

Mente

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.