Resíduos do café têm poderosos efeitos antioxidantes

Resíduos do café têm poderosos efeitos antioxidantes
Os subprodutos do café têm potencial para serem usados para fins nutricionais humanos.
[Imagem: UGR]

Subprodutos do café

A casca prateada do café - a epiderme do grão de café - é removida durante o processamento, depois de os grãos terem sido secos. Igualmente, a borra de café é normalmente descartada tão logo o café esteja coado.

Tradicionalmente se considera que estes subprodutos teriam poucos usos e aplicações práticas.

Algumas vezes, a borra de café é utilizada como esfoliante de pele caseiro, como produto de limpeza abrasivo ou como agente de compostagem para fertilizar certas plantas.

No entanto, José Ángel Rufian Henares, da Universidade de Granada (Espanha) descobriu agora que esses subprodutos do café poderiam ser reciclados com finalidades bem mais nobres: para fins nutricionais humanos.

Antioxidantes e antimicrobianas

Henares demonstrou que os dois resíduos do café têm fortes propriedades antioxidantes e antimicrobianas, sendo ricos em fibras e fenóis.

Na verdade, os dados indicam que os efeitos antioxidantes da borra de café são 500 vezes maiores do que os apresentados pela vitamina C, o que significa que o material poderia ser utilizado para criar alimentos funcionais com benefícios significativos para a saúde.

"[Os resíduos do café] também contêm níveis elevados de melanoidinas, que são produzidas durante o processo de torrefação do café e lhe dão sua cor castanha. As propriedades biológicas dessas melanoidinas podem ser aproveitadas para uma variedade de aplicações práticas, tais como a prevenção de agentes patogênicos prejudiciais em produtos alimentares," disse Henares.

Melanoidinas

Mas há um desafio a vencer para o aproveitamento prático das propriedades benéficas dos subprodutos do café: é necessário separar as fibras e fenóis das melanoidinas, para que elas não se anulem.

"Se quisermos aproveitar os efeitos probióticos benéficos dos subprodutos do café, primeiro de tudo precisamos remover os melanoidinas, uma vez que elas interferem com essas propriedades probióticas benéficas," explicou o professor Henares.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Cuidados com a Pele

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.