Retiro espiritual diminui depressão e aumenta esperança

Retiro do milagre

Participar de um retiro espiritual - não ligado a nenhuma religião - ajuda pacientes com problemas cardíacos graves a se sentirem menos deprimidos e mais esperançosos quanto ao futuro.

Os efeitos são capazes até mesmo de evitar a necessidade de medicamentos antidepressivos.

Os pacientes cardíacos participaram de um retiro de quatro dias, que incluía técnicas como a meditação, imaginação guiada, tocar tambores, escrever um diário e atividades ao ar livre.

Os cientistas detectaram melhoras imediatas nos testes de depressão e esperança.

As melhorias persistiram entre três e seis meses depois do retiro espiritual.

Futuro incerto

O estudo foi o primeiro ensaio clínico randomizado a demonstrar uma intervenção que aumenta as esperanças de pacientes com síndrome coronariana aguda, uma condição que inclui dor no peito e ataque cardíaco.

Pesquisas anteriores mostraram que a esperança e o seu oposto, a desesperança, têm um impacto em como os pacientes enfrentam um futuro incerto.

"O estudo mostra que um retiro espiritual pode alavancar e ajudar a manter um retorno ao bem-estar psico-espiritual," afirma a Dra. Sara Warber, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos.

"Estes tipos de intervenções podem ser particularmente interessantes para os pacientes que não querem tomar antidepressivos para os sintomas de depressão que muitas vezes acompanham a doença cardíaca coronária e o ataque cardíaco," complementa.

Medição da depressão

O grupo que participou do retiro espiritual foi comparado com outros dois grupos: um recebeu tratamento cardíaco normal, e o outro participou de um retiro de mudança de estilo de vida, com atividades sobre nutrição, exercícios físicos e controle do estresse.

Os cientistas usaram uma série de sistemas de avaliação mental e física para medir o sucesso do programa.

O grupo do retiro espiritual passou de um nível 12 na avaliação de depressão (Inventário de Depressão Beck) para um nível 6, uma redução de 50 por cento. Suas pontuações permaneceram baixas um ano depois.

O grupo de estilo de vida viu sua pontuação cair de 11 para 7. A pontuação do grupo de controle começou em 8 e desceu até 6.

Medição da esperança

Os participantes também apresentaram melhora acentuada em seus escores em um teste de medição de esperança.

Pontuações na Escala de Estado da Esperança podem variar de 6 a 48, com valores mais altos indicando maior esperança.

Todos os três grupos de estudo começaram com uma pontuação média entre 34 e 36.

Após o retiro espiritual, os participantes passaram dos 40 pontos, enquanto os outros dois grupos permaneceram significativamente mais baixos, variando de 35 a 38, três e seis meses depois.


Ver mais notícias sobre os temas:

Espiritualidade

Sentimentos

Emoções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.