Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

11/01/2013

Videogames violentos: quanto mais jogo, maior a agressividade

Redação do Diário da Saúde
Videogames violentos: quanto mais jogo, maior a agressividade
Ao contrários dos videogames violentos, videogames de estratégia podem melhorar habilidades cognitivas.[Imagem: UIUC/Rise of the Nations]

Violência cumulativa

Um novo estudo fornece a primeira comprovação experimental de que os efeitos negativos de jogar videogames violentos podem se acumular ao longo do tempo.

Pesquisadores descobriram que as pessoas que jogaram um videogame violento por três dias consecutivos apresentaram aumento no comportamento agressivo e expectativas hostis crescentes a cada dia que jogaram.

Enquanto isso, aqueles que jogaram jogos não violentos não apresentaram alterações significativas na agressividade ou expectativas hostis durante esse período.

Efeito cumulativo na agressividade

Embora outros estudos experimentais já tenham demonstrado que uma única sessão de videogame violento aumenta a agressão no curto prazo, este é o primeiro estudo a mostrar efeitos cumulativos.

"É importante conhecer os efeitos a longo prazo dos jogos de vídeo violentos, porque muitos jovens jogam estes jogos regularmente," disse Brad Bushman, professor da Universidade Estadual de Ohio (EUA).

"Jogar videogame pode ser comparado a fumar cigarros. Um único cigarro não causa câncer de pulmão, mas fumar ao longo de semanas ou meses ou anos aumenta muito o risco. Da mesma forma, a exposição repetida aos videogames violentos pode ter um efeito cumulativo na agressividade," disse.

Bushman realizou o estudo juntamente com Youssef Hassan e Bègue Laurent, da Universidade Pierre Mendès-France (França), e Scharkow Michael, da Universidade de Hohenheim (Alemanha).

Agressividade

O estudo envolveu 70 estudantes universitários franceses que foram informados de que participariam de um estudo de três dias dos efeitos do brilho dos jogos de vídeo sobre a percepção visual.

Um grupo foi escalado para jogar jogos violentos e outro jogos não violentos, durante 20 minutos, em três dias consecutivos.

Logo depois da sessão de jogos, os estudantes passavam por uma tarefa competitiva sobre o tempo de reação, um mecanismo tradicionalmente usado para medir a agressividade própria e a sensação sobre a potencial agressividade do oponente.

Os resultados mostraram que, depois de cada dia, aqueles que jogaram os jogos violentos tiveram um aumento em suas expectativas hostis, sendo mais propensos a pensar que os personagens do teste iriam reagir com agressividade ou violência.


Ver mais notícias sobre os temas:

Violência

Vícios

Educação

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?