11/06/2021

Cinco modos de lidar com a ressocialização pós-pandemia

Com informações da TAMU
Cinco modos de lidar com a ressocialização pós-pandemia
Se você tiver a opção, não volte bruscamente: Tente fazer uma transição de volta para o trabalho presencial. [Imagem: Gerd Altmann/Pixabay]

Volta ao novo normal

Com as vacinas contra a covid-19 se tornando mais amplamente disponíveis, começa a surgir uma nova fonte de ansiedade para muita gente: Retornar ao escritório depois de mais de um ano trabalhando em casa.

"É muito parecido com o retorno das crianças à escola após as férias de verão, mas é intensificado porque muitas pessoas estão em casa há quase um ano e meio," comentou Kelly Sopchak, professora de psicologia da Universidade Texas A&M (EUA).

À medida que se aproxima o momento de os funcionários voltarem a trabalhar nos escritórios e os alunos voltarem às escolas, os níveis de estresse e ansiedade aumentam.

A professora Sopchak lista então alguns conselhos para que todos possam navegar bem por mais esse mar de incerteza.

1. Volte devagar

Se você tiver a opção, tente fazer uma transição de volta para o trabalho e a escola presencial, em vez de voltar 100% de uma vez.

"Passar de trabalhar em casa cinco dias por semana para trabalhar no escritório cinco dias por semana é um grande salto," aconselha Sopchak. "Tente voltar apenas um dia por semana por um tempo para ir se acostumando. Isso é especialmente útil para crianças que têm recusa escolar ou ansiedade escolar. Façamos com que voltem apenas duas horas por dia e aumentem aos poucos."

Os adultos podem começar voltando ao escritório um dia por semana.

Para pessoas que estiveram extremamente isoladas, a psicóloga sugere voltar ao mundo real antes de retornar ao escritório: "Vá ao parque, faça compras e fique mais perto das pessoas de maneiras que pareçam seguras".

2. Estabeleça transições claras

Para os pais, voltar ao escritório irá significar perder pequenos momentos, como abraços antes da hora da soneca ou passeios em família ao meio-dia.

Mas também significa ficar algum tempo separados, visitar colegas de trabalho e voltar a se locomover.

"Só a volta do trabalho para casa pode fornecer um tempo para a transição de ser um profissional de volta a ser pai e cônjuge," disse Sopchak. "Existe um efeito terapêutico real em estar em um carro com um rádio. Essa unidade pode nos ajudar a separar as diferentes funções que desempenhamos."

Concentrar-se nos aspectos positivos do retorno ao escritório pode ser uma ótima maneira de controlar a ansiedade, processar a transição e ter coisas pelas quais você anseia.

3. Abrace as novidades

Nossas habilidades sociais podem estar um pouco enferrujadas depois de ficar em casa por mais de um ano, mas a estranheza deve passar depois de estarmos de volta ao mundo por um tempo. Isso também é verdadeiro para crianças que perderam a socialização com seus pares no ano passado.

"Sabemos que crianças e adolescentes se recuperam rapidamente," disse Sopchak. "Eles normalmente têm muita resiliência e aprendem rapidamente em situações sociais. Pode levar algum tempo, podem parecer um pouco imaturos no início, mas está tudo bem. É uma transição."

Para os adultos, o retorno ao escritório envolverá lidar com convites para eventos sociais não relacionados ao trabalho, o que pode ser estressante para alguns.

"Conheça seus limites e não tenha medo de comunicá-los. Se você vai fazer algo e depois se sentir ansioso por isso nas próximas duas semanas, provavelmente não deveria fazê-lo," aconselha Sopchak. "Por outro lado, se você convidar alguém para almoçar e ele disser não, saiba que não tem nada a ver com você. Tem a ver com o quão confortável ele está se saindo nessa situação."

4. Enfrente o estresse e a ansiedade

"Preste atenção ao seu corpo," diz Sopchak. "Se você está sentindo mais estresse e ansiedade, há coisas diferentes que você pode fazer para lidar com a situação."

A respiração profunda funciona para algumas pessoas, e exercícios de atenção plena podem ajudar. A psicóloga conta que ela própria mantém um aplicativo de atenção plena em seu celular - quando está se sentindo estressada, oprimida ou ansiosa com alguma coisa, ela pode ouvir uma meditação guiada e reduzir os sentimentos a um nível que ela possa controlar.

Para algumas pessoas, essas estratégias podem não ser eficazes. Nesse caso, considere procurar ajuda profissional.

5. Aproveite experiências passadas

A pandemia tem sido difícil para a maioria das pessoas. Em termos ideais, esses desafios podem ter-nos dado novas habilidades de enfrentamento e gerenciamento.

"É difícil lidar com a mudança, mas espero que essa mudança seja mais fácil porque temos mais resiliência agora do que tínhamos em março de 2020," disse Sopchak. "Meu palpite é que, para muitas pessoas, vai parecer realmente assustador no início, mas depois da primeira semana, vamos nos sentir algo como: 'Eu posso lidar com isso'."

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.