19/07/2022

Como o coronavírus ataca o coração

Redação do Diário da Saúde
Como o coronavírus ataca o coração
A equipe descobriu pelo menos dois mecanismos que o novo coronavírus usa para danificar o coração. [Imagem: Melina Tangos et al. - 10.1016/j.ijcard.2022.05.055]

Covid e coração

Já se sabe que o coronavírus Sars-Cov-2 pode causar danos graves aos órgãos em humanos.

As complicações cardíacas são uma das possíveis consequências para os pacientes acometidos pela covid-19.

Mais do que isso, havia a suspeita de que o vírus também pode atacar diretamente o coração, podendo causar miocardite e levar à insuficiência cardíaca.

Para confirmar isto, a equipe da Dra. Nazha Hamdani, da Universidade de Ruhr-Bochum (Alemanha), acompanhou a jornada do vírus em detalhes. Ela e seu grupo descobriram que o Sars-Cov-2 infecta células musculares cardíacas humanas, e que essa infecção é alimentada principalmente por inflamação e estresse oxidativo.

Isso ocorre principalmente em pacientes com comorbidades, como obesidade, diabetes e hipertensão.

Atividade proteolítica e apoptose

Mas como o vírus entra no coração? Que mecanismos facilitam a penetração do vírus nas células do músculo cardíaco?

A equipe descobriu que parece ser a ativação de certas enzimas que degradam proteínas, levando à disfunção das células musculares cardíacas. De fato, a equipe detectou um aumento da chamada atividade proteolítica.

Isso sugere que o Sars-Cov-2 entra nas células como resultado da ativação da proteína de pico do vírus por enzimas responsáveis pela degradação de proteínas, e que sua entrada nas células depende dessas enzimas de degradação.

Além disso, os pesquisadores estudaram proteínas responsáveis pela apoptose, a morte celular programada - as células danificadas sabem quando devem morrer. Eles verificaram que, embora as proteínas apoptóticas tenham ficado mais ativas na infecção com Sars-Cov-2, sua expressão foi drasticamente reduzida.

"Isso indica que as proteínas são clivadas e a apoptose é ativada," explicou Hamdani. "Os resultados implicam que a apoptose contribui para a deterioração da contratilidade cardíaca observada em pacientes com Sars-Cov-2".

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.