08/09/2020

Como a vitamina C pode ajudar a reter a massa muscular

Redação do Diário da Saúde

Vitamina C e os músculos

A vitamina C pode ser a chave para melhorar os músculos na vida adulta e, sobretudo, mantê-la conforme avançamos em idade.

Pessoas mais velhas que ingerem muita vitamina C - comumente encontrada em frutas cítricas, frutas vermelhas e vegetais - têm melhor massa muscular esquelética.

Isso é importante porque as pessoas tendem a perder massa muscular esquelética à medida que envelhecem, o que pode até levar à sarcopenia, uma condição caracterizada pela perda de massa e função muscular esquelética, além de aumento da fragilidade e redução da qualidade de vida.

"Pessoas com mais de 50 anos perdem até 1% de sua massa muscular esquelética a cada ano. É um grande problema, porque isso pode levar à fragilidade e outros desdobramentos ruins, como sarcopenia, deficiência física, diabetes tipo 2, redução da qualidade de vida e morte.

"Sabemos que o consumo de vitamina C está relacionado com a massa muscular esquelética. Ela ajuda a defender as células e os tecidos que compõem o corpo de radicais livres potencialmente prejudiciais. Sem oposição, esses radicais livres podem contribuir para a destruição do músculo, acelerando assim o envelhecimento e o declínio relacionado à idade.

"Mas, até agora, poucos estudos tinham investigado a importância da ingestão de vitamina C para pessoas mais velhas. O que queríamos descobrir é se as pessoas que ingerem mais vitamina C têm mais massa muscular do que outras pessoas," descreveu a professora Ailsa Welch, da Universidade de East Anglia (Reino Unido).

Vitamina C de fontes naturais

A equipe da professora Welch analisou dados de mais de 13.000 pessoas, com idades entre 42 e 82 anos, que participam do estudo EPIC (Investigação Prospectiva Europeia sobre Câncer e Nutrição).

Eles calcularam a massa muscular esquelética e analisaram a ingestão de vitamina C em um diário alimentar e monitoraram a quantidade de vitamina C no sangue dos voluntários.

"Nós descobrimos que quase 60% dos homens e 50% das mulheres participantes não consumiam tanta vitamina C quanto deveriam, de acordo com as recomendações da Agência Europeia de Segurança Alimentar. Não estamos falando de pessoas que precisam de megadoses: Comer uma fruta cítrica, como uma laranja, todos os dias e ter um acompanhamento de vegetais na refeição será suficiente para a maioria das pessoas," disse o Dr Richard Hayhoe, membro da equipe.

E é bom ficar com as fontes naturais de vitaminas, uma vez que um estudo após o outro mostra que suplementos nem sempre têm efeito protetor.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.