12/02/2021

Veja as identidades comportamentais que estão emergindo na pandemia

Redação do Diário da Saúde
Veja as identidades comportamentais que estão emergindo na pandemia
Uma das preocupações da pesquisadora é que algumas dessas identidades comportamentais "estão sendo sequestradas por identidades sociais e políticas existentes."[Imagem: Tony Picher]

Identidades comportamentais

Além dos óbvios problemas de saúde física, a pandemia de covid-19 trouxe uma onda de condições psicológicas, emergindo sobretudo do isolamento físico a que a população tem sido submetida.

Mas a professora Mimi Lam, da Universidade de Bergen (Noruega), descobriu que a pandemia está fazendo emergir muito mais do que alguns sofrimentos localizados.

Na verdade, está surgindo uma série do que ela chama de "identidades comportamentais" ante o desafio da covid-19.

Uma das preocupações da pesquisadora é que algumas dessas identidades comportamentais "estão sendo sequestradas por identidades sociais e políticas existentes" para politizar os debates sobre a pandemia, as vacinas, as priorizações de partes da população e até mesmo o racismo.

Veja abaixo alguns desse "tipos de personalidade covid-19" que a pesquisadora já identificou.

  • Negadores: Quem minimiza a ameaça viral, defendendo que devemos continuar agindo como se nada estivesse acontecendo.
  • Espalhadores: Quem deseja que a covid-19 se espalhe, que a imunidade de rebanho se desenvolva e a normalidade retorne.
  • Malfeitores: Aqueles que tentam prejudicar os outros, por exemplo, cuspindo ou tossindo próximo a outras pessoas.
  • Realistas: Reconhecem a realidade do dano potencial e ajustam seus comportamentos.
  • Preocupados: Mantêm-se informados e seguros para gerenciar suas incertezas e medos.
  • Contempladores: Aqueles que se isolam e refletem sobre a vida e o mundo.
  • Acumuladores: Aqueles que entram em pânico e vão às compras, acumulando produtos para conter sua insegurança.
  • Invencíveis: Muitas vezes jovens, que acreditam ser imunes.
  • Rebeldes: Quem rejeita regras sociais que restringem suas liberdades individuais.
  • Acusadores: Descarregam seus medos e frustrações nos outros.
  • Exploradores: Exploram a situação por poder, lucro ou brutalidade.
  • Inovadores: Projetam ou reaproveitam recursos para combater a pandemia.
  • Apoiadores: Mostram sua solidariedade em apoio aos outros.
  • Altruístas: Ajudam os vulneráveis, idosos e isolados.
  • Guerreiros: Aqueles que, como os profissionais de saúde da linha de frente, combatem sua dura realidade.
  • Veteranos: Aqueles que haviam sofrido com a SARS ou MERS e obedecem voluntariamente às restrições.

"A pandemia de covid-19 nos lembra que não somos imunes uns aos outros. Para nos unir na luta contra a pandemia, é importante reconhecer a dignidade básica de todos e valorizar a diversidade humana que atualmente nos divide.

"Só então, poderemos promover a resiliência social e uma agenda covid-19 ética. Isso abriria o caminho para outros desafios, globais comuns cujos impactos são menos imediatos, mas não menos terríveis para a humanidade," disse Lam.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.