Batata frita, chocolate e pizza podem viciar?

Batata frita, chocolate e pizza podem viciar?
Alguns estudos já concluíram que "comida porcaria" na gravidez pode viciar até o bebê.
[Imagem: Umich]

Se comer pode realmente se tornar um vício é um assunto que vem sendo cada vez mais discutido entre médicos e psicólogos.

Alguns defendem que comer vicia, mas açúcar e gordura não são exatamente drogas, embora quase todos os pesquisadores apontem o dedo da suspeita para os alimentos altamente processados.

Um novo estudo da Universidade de Michigan concluiu que o problema da dependência pode ocorrer com alimentos como chocolate, pizza e batatas fritas, que estariam entre os mais viciantes.

Vício de comer

Estudos anteriores em animais concluíram que alimentos altamente processados, ou alimentos com gordura ou carboidratos refinados adicionados (como farinha branca e açúcar), podem ser capazes de desencadear o comportamento do vício alimentar. Estudos clínicos em humanos têm observado que alguns indivíduos podem preencher os critérios de dependência de substância, quando essa substância é a comida.

Apesar dos alimentos altamente processados, conhecidos geralmente por serem mais saborosos e muitas vezes serem os preferidos, ainda não se sabe se estes tipos de alimentos podem desencadear respostas de dependência semelhante em seres humanos, nem se sabe quais alimentos específicos produzem estas respostas.

"Se as propriedades de alguns alimentos estão associadas com o 'vício de comer' para algumas pessoas, isto pode impactar as diretrizes de nutrição, como também as iniciativas de políticas públicas como, por exemplo, a venda desses alimentos para crianças," disse Erica Schulte, responsável pelo novo estudo.

Dependência alimentar

Os novos testes encontraram sinais da dependência em alimentos como batata frita, chocolate e pizza.

Alimentos não processados, com nenhuma gordura ou carboidratos refinados adicionados, como arroz integral e salmão, não foram associados com o comportamento do "vício de comer".

Pessoas com esses sintomas de vício alimentar, ou com maior índice de massa corporal, relataram mais problemas com alimentos altamente processados, sugerindo que o consumo compulsivo pode estar particularmente ligado às propriedades "gratificantes" desses alimentos, disse Schulte.

Pesquisas futuras devem examinar se os alimentos pretensamente viciantes são capazes de desencadear alterações em circuitos cerebrais e de comportamento de forma similar ao que ocorre no abuso das drogas, disseram os pesquisadores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Vícios

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.