Bebês com três pais serão possíveis, mas não se sabe se será seguro

Cientistas afirmam que, em mais dois anos, será possível que um bebê tenha o material genético de duas mães e um pai.

A técnica está sendo desenvolvida como uma forma de prevenir doenças fatais causadas por danos às mitocôndrias, células passadas da mãe para o bebê e que fornecem energia para o organismo.

Um em cada 6,5 mil bebês nasce com sérios problemas mitocondriais - as mitocôndrias são conhecidas como "usinas de energia" das células.

Sem energia suficiente, bebês com essa condição apresentam musculatura fraca, cegueira e problemas cardíacos. Em alguns casos, a condição pode levar ao óbito.

Os especialistas dizem não haver evidências de que os dois métodos em estudo sejam inseguros, mas novos testes ainda devem ser feitos.

"Tudo aponta que a direção que estamos seguindo é segura, mas não sabemos o que há depois da esquina. Por isso, somos cuidadosos," disse um dos cientistas convocados pela Autoridade em Embriologia e Fertilização Humana (HFEA, na sigla em inglês), do Reino Unido, que está acompanhando o desenvolvimento da nova técnica.

Quando der certo, dará certo

O cientista Andy Greenfield, que liderou o grupo de pesquisadores reunidos para analisar a nova técnica, disse que avaliar a segurança do método "não é tão simples".

"Só saberemos se estas técnicas são seguras para humanos até as testarmos de fato em humanos e tivermos o nascimento de um bebê saudável", afirmou.

Haverá necessidade também de alterações nas legislações nacionais, que geralmente proíbem esse tipo de prática.


Ver mais notícias sobre os temas:

Genética

Gravidez

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.