Instituto Butantan acelera teste da vacina da dengue

O Instituto Butantan está em vias de finalizar a vacinação dos últimos voluntários participantes dos ensaios clínicos de fase 2 da vacina contra a dengue que desenvolve em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde (NIH, em inglês), dos Estados Unidos.

Nessa fase do estudo clínico deverá ser demonstrado que a vacina é segura e que o sistema imunológico dos voluntários imunizados desenvolve anticorpos necessários para combater os quatro sorotipos dos vírus da dengue.

"Já temos os resultados parciais de imunogenicidade [a capacidade da vacina induzir uma resposta imunológica] dos outros participantes do estudo e agora faremos as análises dos últimos voluntários," disse Alexander Roberto Precioso, do Instituto Butantan.

"Os resultados preliminares mostram que a vacina tem um perfil de segurança muito semelhante a outros tipos de vacina, o que é uma condição adequada para iniciar a fase 3 dos ensaios clínicos após a aprovação da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] e dos comitês de ética", afirmou Precioso.

Fases

No fim de abril, os pesquisadores do Instituto Butantan submeteram à Anvisa o protocolo do estudo clínico de fase 3 com o intuito de conseguir obter mais rapidamente a autorização para iniciar esta última etapa, em que deve ser demonstrado que a vacina é eficaz para combater a dengue. Esta fase do estudo clínico estava prevista para ser iniciada no final de 2015 ou no início de 2016.

Em razão da epidemia da doença no país este ano e dos resultados preliminares promissores dos ensaios clínicos de fase 2, os pesquisadores do Instituto Butantan pretendem antecipar a aprovação do estudo clínico de fase 3 para que seja iniciado nos próximos meses.

O processo de recrutamento dos 17 mil voluntários que participarão da fase 3 de ensaios clínicos da vacina só poderá ser iniciado após a aprovação da Anvisa e dos comitês de ética.

O recrutamento dos voluntários será feito aos poucos, de acordo com períodos estabelecidos, explicou Precioso. "Os 17 mil voluntários não serão todos vacinados na mesma época, mas em períodos específicos", detalhou.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Desenvolvimento de Medicamentos

Epidemias

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.