Cafeína no café expresso pode ser demais para pessoas sensíveis

Cafeína no café expresso pode ser demais para pessoas sensíveis
Normalmente, a ingestão do café causa apenas uma elevação do nível de alerta da pessoa.
[Imagem: Food & Function/RSC]

Alerta demais

Os níveis de cafeína em algumas doses de café expresso podem estar acima do recomendado para ingestão diária do estimulante para alguns consumidores mais sensíveis.

Foi o que revelou uma pesquisa feita no Reino Unido.

Normalmente, a ingestão do café causa apenas uma elevação do nível de alerta da pessoa.

Contudo, para algumas delas, cafeína demais pode aumentar a ansiedade e levar a outros problemas de saúde.

Grávidas e crianças

A cafeína fica no corpo de um adulto por cerca de 5 horas.

Mas esse período pode chegar a até 30 horas para mulheres que tomam anticoncepcionais, mulheres grávidas, crianças e pessoas com problemas no fígado.

É recomendado que as mulheres grávidas mantenham a ingestão de cafeína abaixo dos 200 miligramas (mg) por dia.

Normalmente, um copo de café instantâneo com 225 mililitros (ml) contém entre 60 e 85 mg de cafeína, enquanto uma xícara pequena de café expresso, com 28 ml, contém de 30 a 50 mg de cafeína.

Só para os sensíveis

O sinal de alerta se acendeu quando Alan Crozier e seus colegas da Universidade de Glasgow, na Escócia, encontraram conteúdos de cafeína que variaram de 51 a 322 mg por dose de café expresso - as doses variaram entre 23 e 70 ml.

Isto significa que uma única dose grande - do tipo "para viagem" - pode conter mais cafeína do que o recomendado para os consumidores mais sensíveis.

O pesquisador ressalta que o alerta vale apenas nesses casos mais sensíveis.

"Contanto que você tolere bem a cafeína, e não sofra nenhum efeito colateral adverso, e nem está grávida, seja criança ou tenha doença do fígado, divirta-se tomando seu café totalmente encorpado," disse ele.

Os resultados do estudo foram publicados na revista Food & Function.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Gravidez

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.