Cão prevê ataques epiléticos de menina e a ajuda

Cão prevê ataques epiléticos de menina e a ajuda
A mãe de Brianna diz que Charlie é muito protetor e nunca sai do lado da menina: "Realmente emociona vê-los juntos."
[Imagem: Arabella Scanlan]

O cachorro de estimação de uma família na Irlanda está ajudando a cuidar da filha de três anos.

O cão chama a atenção dos pais quando a menina está prestes a ter um ataque epilético.

A família Lynch acredita que seu dogue alemão, Charlie, pode perceber mudanças em sua filha - Brianna sofre de epilepsia desde que nasceu - até 20 minutos antes que ela tenha uma crise.

O cão Charlie alerta a família andando em círculos em torno de Brianna. Ele também gentilmente a encosta contra uma parede para impedi-la de cair durante um ataque.

A epilepsia pode levar a convulsões traumáticas, como um estado de transe profundo, ou convulsões violentas, durante as quais ela corre o risco de cair e bater a cabeça.

A ciência ainda não possui explicações para a capacidade do cão em detectar precocemente a epilepsia, mas estudos têm demonstrado que alguns cães podem ser treinados para farejar cânceres e detectar baixos níveis de açúcar no sangue em pacientes diabéticos,

A mãe de Brianna, Arabella Scanlan, disse que Charlie não é treinado como um "cão de alerta para um ataque epilético" - é um animal de estimação comum, que ela crê ter desenvolvido instintivamente uma habilidade especial.

"Eu fui para o quintal um dia e ela (Brianna) estava tendo uma convulsão. Estava encostada na parede, inclinada sobre (o cachorro), que olhava para mim como se dissesse: 'Eu não sei o que fazer'. Mas ele ficou ao lado dela, não se moveu", lembra Scanlan.

Ela conta que, desde então, o cão raramente sai do lado de Brianna e a encosta contra alguma superfície se sente que ela está prestes a convulsionar.

"Realmente não entendo a psicologia por trás disso, mas as pessoas ficam hipnotizadas quando o veem em ação. Realmente emociona vê-los juntos", acrescentou.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Neurociências

Cérebro

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.