Celular detecta risco de alergia em alimentos

Detector de alergia

Você gostaria de comprar um biscoito ou torta, mas tem receio de que a guloseima contenha algo a que você tem alergia?

A solução está chegando.

Brevemente você poderá testar o alimento para verificar se ele contém algo que lhe dá alergia. E usando pouco mais do que o seu telefone celular.

O aparelho acaba de ser apresentado por cientistas da Universidade da Califórnia de Los Angeles (EUA).

iTube

Os pesquisadores desenvolveram um pequeno aparelho, que eles batizaram - sem muita criatividade - de iTube, que pode ser conectado a um telefone celular comum para detectar alérgenos nos alimentos.

O acessório iTube usa a câmera do celular, juntamente com um aplicativo que faz um exame que oferece o mesmo nível de precisão que hoje só é alcançado em laboratórios.

Celular detecta risco de alergia em alimentos
Esquerda: A plataforma iTube, que utiliza um teste colorimétrico feito a partir de imagens captadas pela câmera do celular. Direita: A tela do aplicativo iTube.
[Imagem: UCLA]

Já existem vários produtos para detectar alérgenos na comida, mas são complexos e grandes, adequados para laboratórios.

Os pesquisadores esperam que, aproveitando o celular como sensor e como computador, o aparelho possa evitar muitos mais casos de intoxicação alimentar.

Alérgenos

O kit converte as imagens obtidas com a câmera do celular em medições de concentração das substâncias detectadas no alimento.

E, em vez de um simples "sim" ou "não", o aplicativo quantifica a proporção dos alérgenos na unidade ppm - partes por milhão.

Segundo Aydogan Ozcan, um dos criadores do aparelho, a plataforma baseada no celular já foi testada com sucesso para detectar a presença de amendoins, amêndoas, ovos, glúten e avelãs, alimentos com grande probabilidade de causar alergias.

O inconveniente é que, neste protótipo, ainda é necessário triturar o alimento para que ele seja analisado, inviabilizando seu uso fora de casa.

As reações alérgicas a alimentos podem ser sérias e até mesmo apresentarem risco de vida. Calcula-se que 8% das crianças e 2% dos adultos tenham algum tipo de alergia alimentar.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alergias

Intoxicação

Equipamentos Médicos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.