Combinação de antirretrovirais diminui transmissão do HIV da mãe para bebê

Combinação benéfica

A combinação de dois ou três antirretrovirais diminui o risco de mães portadoras do vírus HIV contaminarem seus bebês recém-nascidos.

A conclusão é de um estudo internacional, realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Universidade da Califórnia (UCLA).

Os dados, cobrindo um período de 10 anos, foram coletados na África do Sul, Argentina, Estados Unidos e no Brasil.

Diagnóstico tardio

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alterou em 2009 o protocolo para evitar a chamada transmissão vertical - quando o vírus vai da mãe para o bebê durante a gestação.

Segundo a médica infectologista Valdiléa Veloso, diretora do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), participaram do estudo mulheres que não sabiam da condição de soropositivas durante a gestação e descobriram a doença pouco antes do parto.

Portanto, não foram tratadas com o AZT durante a gravidez.

"Para essas crianças cujas mães são diagnosticadas muito tardiamente, dando uma combinação de medicamentos, em parte compensa-se o tratamento da mãe que não foi feito. Assim, se consegue proteger melhor essas crianças", explicou Valdiléa.

Contaminação de bebês

A pesquisa foi feita com 1.684 crianças, separadas em três grupos.

O primeiro foi tratado apenas com o AZT. O segundo grupo recebeu AZT e nevirapina. E o terceiro grupo recebeu AZT, nelfinavir e lamivudina. Em todos os casos, a primeira dose foi ministrada nas primeiras 48 horas de vida da criança e o tratamento durou seis semanas.

O resultado mostrou que 140 bebês foram contaminados antes do tratamento, sendo 97 durante a gestação e 43 no parto.

Três meses depois do tratamento, 4,8% dos bebês que tomaram apenas AZT tinham sido contaminados.

Entre os que receberam dois medicamentos, o índice caiu para 2,2% e, entre os que tomaram a combinação de três antirretrovirais, a taxa de contaminação ficou em 2,8%, sendo essa terapia a mais tóxica.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Gravidez

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.