Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

13/05/2014

Comportamento das crianças à mesa depende da comida

Redação do Diário da Saúde
Comida determina comportamento de crianças à mesa
Quando as crianças precisam morder o alimento com os dentes da frente, eles são mais propensas a ficar agitadas.[Imagem: Daniel Miller]

Há um novo segredo para fazer com que seus filhos comportem-se à mesa - corte a comida deles e eles vão relaxar.

Cortar mesmo, com a faca, e não diminuí-la.

Quando crianças entre 6 e 10 anos de idade comem alimentos que precisam ser cortados com os dentes - coxas de frango, maçãs inteiras ou milho em espigas - elas se comportam muito pior do que quando os mesmos alimentos são oferecidos cortados no prato.

"Elas se mostraram duas vezes mais propensas a desobedecer os adultos e duas vezes mais agressivas com as outras crianças," relata Brian Wansink, da Universidade Cornell (EUA), que fez os pacientes experimentos com as crianças.

Morder e agitar

Durante um acampamento de verão, 12 crianças foram observadas cuidadosamente, tanto pelos monitores quanto por câmeras de vigilância.

No primeiro dia, metade das crianças ficou sentada em uma mesa de piquenique e recebeu comida, como frango com ossos, que tinha de ser mordida com os dentes da frente. A outra metade ficou na mesa ao lado, mas recebeu a comida cortada em pedaços que dispensavam a mordida frontal. No segundo dia, as condições foram invertidas.

A cada dia, dois monitores do acampamento instruíam as crianças a ficar dentro de um círculo com um raio de três metros de suas mesas.

As crianças que precisavam morder a comida agiram duas vezes mais agressivamente, e foram duas vezes mais propensas a desobedecer os adultos, do que quando receberam pequenos pedaços de frango.

A recomendação para os pais, segundo os pesquisadores, é: "Se você pretende ter uma refeição tranquila e relaxante com os seus filhos, ofereça-lhes comida cortada."

Segundo Wansink, a conclusão pode ser ainda mais importante para as escolas, que podem adaptar a preparação do cardápio para garantir que as crianças fiquem mais tranquilas durante o recreio.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cuidados com a Família

Comportamento

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão