Como as mulheres veem a si próprias e às outras

Como as mulheres veem a si próprias e às outras
Estudos já haviam descoberto que as mulheres avaliam seu corpo pela opinião dos outros, e não pelo próprio peso.
[Imagem: Wikimedia/JLS Media]

Valores diferentes

A relação de homens e mulheres com seus corpos parece ser mais complicada do que parece.

Os homens acham mais agradável olhar para mulheres com peso normal do que para mulheres acima do peso ou abaixo do peso.

As mulheres, contudo, ao olhar para fotografias de outras mulheres, não deixam que o peso interfira em seus julgamentos, ou seja, as mulheres podem considerar atraentes mulheres com peso normal ou mulheres com sobrepeso, indistintamente.

As complicações começam a aparecer quando as mulheres não se dão bem com sua própria silhueta.

Ao verem outra mulher com peso normal, aquelas que não estão confortáveis com seu peso têm a mesma reação psicofisiológica produzida por algo ameaçador.

Essa complexa relação de homens e mulheres com sua aparência foi demonstrada em um estudo envolvendo 671 voluntários na Universidade de Granada (Espanha).

Reações extremas

Blanca Ortega e seus colegas descobriram que as reações psicofisiológicas das mulheres à silhueta delas próprias e de outras mulheres vão muito além de gostar ou não gostar, ou julgar as outras atraentes ou não.

Por exemplo, as mulheres que inicialmente disseram-se insatisfeitas com o próprio corpo, ao verem fotografias de outras mulheres com "corpo normal", demonstraram sinais que vão do desprazer e do desgosto à perda de controle emocional.

Por outro lado, estudos já indicaram que, para perder peso é essencial amar o próprio corpo.

No outro extremo desse comportamento, mulheres com bulimia nervosa, ao verem sua própria foto, reagiram com um estímulo fóbico, evidenciando até mesmo paralisia motora.

Padrão de corpo ideal

As notícias mais tranquilizadoras vieram na forma de julgamentos isentos feitos por todos os participantes, tanto homens, quanto mulheres.

E os resultados demonstraram que o corpo ideal - aquele que gerou melhores sensações e foi julgado como mais atraente - não corresponde ao padrão divulgado pela mídia.

Isso se revelou na forma de notas ruins para mulheres magras demais, como as modelos profissionais mostradas em comerciais e desfiles de moda - tanto homens, quanto mulheres, julgaram mais atraentes as mulheres com "peso normal", nem muito magras, e nem com sobrepeso.

"Este fato deve ser levado em consideração pela indústria da moda, do marketing e do governo, ajudando a prevenir a crescente incidência de insatisfação com o próprio corpo e as desordens de alimentação associadas," recomendaram os pesquisadores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gênero

Saúde da Mulher

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.