Consumo abusivo de bebida alcoólica aumenta com a escolaridade

Des-conhecimento crescente

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que o consumo abusivo de bebida alcoólica no Brasil aumenta com a escolaridade.

O alcoolismo alcança 20,1% entre pessoas com mais de 12 anos de escolaridade, contra 15,9% das pessoas que estudaram até oito anos.

Entre as mulheres, o índice de consumo abusivo varia de 7,6% entre as que têm até oito anos de estudo, até 11,9% entre as mulheres que frequentaram a escola durante 12 anos ou mais.

Mas a proporção de alcoolismo entre os homens, em 2011, foi quase três vezes maior do que entre as mulheres - 26,2% e 9,1%.

Consumo abusivo de bebida alcoólica

É considerado consumo abusivo de bebida alcoólica a ingestão em uma mesma ocasião de quatro ou cinco doses para mulheres e de cinco ou mais doses para homens.

Considerando a população em geral, sem distinção de sexo, o consumo de bebidas alcoólicas é assumido por 17% da população brasileira.

O dado não sofreu variação desde a primeira edição do estudo, realizada em 2006.

Alcoolismo por idade

Em relação à idade, a frequência de consumo abusivo de bebida alcoólica é maior entre os jovens de 18 a 24 anos (20,5%).

Na população com idade igual ou superior a 65 anos, o índice cai para 4,3%.

O percentual de consumo entre homens com idade de 18 a 24 anos chega a 30,3% e entre as mulheres na mesma faixa etária, a 11,5%.


Ver mais notícias sobre os temas:

Drogas Lícitas

Vícios

Educação

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.