Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

05/11/2011

Copyright: mais do que uma batalha conceitual na era digital

Ulrika Oredsson
Copyright: mais do que uma batalha conceitual na era digital
Segundo o pesquisador, as metáforas permeiam e dosam a aplicação de leis no mundo digital.[Imagem: Stefan Larsson]

Metáforas digitais

Nossa linguagem é feita de metáforas, mesmo em nossos textos jurídicos.

Stefan Larsson, da Universidade Lund, na Suécia, analisou quais são as consequências dessas metáforas quando o assunto são os chamados "crimes digitais".

Mais especificamente, a influência das metáforas quando fenômenos digitais, como os downloads e o compartilhamento de arquivos são limitados pelas descrições construídas para o mundo analógico.

"Quando os argumentos legais igualam o compartilhamento de arquivos com o roubo de objetos físicos, às vezes torna-se problemático," diz o pesquisador.

Entre o físico e o digital

Larsson acredita que não é possível equiparar um download ilegal com o roubo de um objeto físico, como foi feito no caso contra o site The Pirate Bay.

Usando o modelo de compensação empregado no processo contra o Pirate Bay, o valor total desse site poderia ser calculado em mais de 90 bilhões de dólares, o que é quase o orçamento nacional da Suécia, diz Stefan Larsson.

O promotor do caso Pirate Bay escolheu acompanhar um número menor de downloads, fazendo com que a soma das multas, portanto, nunca atingisse estas proporções.

Cópia é diferente de roubo

Na visão de Stefan Larsson, a palavra "cópia" é uma metáfora legal escondida que gera ideias problemáticas na sociedade digital.

Por exemplo, os direitos de autor, o chamado copyright, não leva em conta que um download não resulta em que o proprietário perca a sua própria cópia, como acontece com o roubo de um objeto físico.

Também não é possível igualar o número de downloads com a perda de renda para o titular dos direitos autorais, já que é provável que as pessoas baixem muito mais arquivos do que iriam comprar em uma loja.

Outras metáforas que são usadas para download são roubo, violação e pirataria.

"O problema é que essas metáforas nos fazem equiparar direitos de autor com propriedade de bens físicos," diz Larsson.

A criação é mais cultural que individual

Além disso, há uma mentalidade subjacente a toda a noção de direitos autorais, assinala Larsson.

Uma dessas "mentalidades" é a ideia de que a criação é um processo realizado por gênios solitários, e não fruto de um contexto cultural.

Na visão do pesquisador, isto tem a consequência infeliz de dar mais intensidade à proteção dos direitos autorais, dar-lhe maior duração e fazer com que um grau maior de aplicação da lei pareça razoável.

O problema é que isto é baseado em um equívoco, de como um monte de coisas são criadas, diz ele:

"Inspirar-se ou apoiar-se em outros artistas é essencial para inúmeras atividades criativas. Isto é verdade tanto online como offline."

Lei e percepção da lei

Larsson também estudou as consequências quando a percepção pública da lei, ou normas sociais, não está em conformidade com o que diz a lei.

Uma consequência é que o Estado precisa exercer mais controle e emitir penalidades mais severas, a fim de garantir que a lei seja cumprida.

A tendência europeia nas leis de direitos autorais está indo na mesma direção, diz ele. Entre outras coisas, isto está tornando mais fácil rastrear o que as pessoas fazem na Internet.

Isto significa que a integridade de muitas pessoas está sendo erodida para beneficiar os interesses de poucos, de acordo com Stefan Larsson.

O texto completo da pesquisa de Stefan Larsson, em inglês, está disponível no endereço http://www.lu.se/o.o.i.s?id=12588&postid=2157989.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ética

Educação

Softwares

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?