Crianças internadas pedem saúde e brinquedos ao Papai Noel

Crianças internadas pedem saúde e brinquedos ao Papai Noel

[Imagem: Brighton and Hove]

Cartinhas para Papai Noel

"Tenho insuficiência renal e estou internada para fazer hemodiálise. Não gosto de ficar internada porque tem muitas injeções e a comida é sem sal. Gostaria de ganhar um jogo de cozinha do Papai Noel."

"Tenho leucemia e gostaria que o Papai Noel fosse meu amigo e me traga um brinquedo."

Estes são trechos das mais de 400 cartinhas endereçadas ao Papai Noel e escritas por crianças em tratamento no Hospital Infantil Darcy Vargas, em São Paulo. São todas crianças que aguardam adoção.

Natal no hospital

Os pedidos foram feitos pelos pequenos pacientes em oficinas organizadas pelo programa Classes Hospitalares e agora estão disponíveis para quem queira ajudar. Entre os pedidos, mais saúde, voltar para casa e, claro, muitos brinquedos.

"Queremos trazer um pouco mais de alegria às crianças que passam longos períodos em tratamento no hospital", afirma Sérgio Sarrubo, diretor do hospital.

Brincando e aprendendo

As cartas foram escritas durante oficinas organizadas pelo Programa Classes Hospitalares com o objetivo de fazer com que as crianças participem das atividades natalinas e também desenvolvam noções de gramática e redação. Participaram das atividades as crianças internadas no hospital e aquelas atendidas pelo setor de quimioterapia do Hospital-Dia.

Os responsáveis pelo projeto acreditam que essa é uma importante forma de trabalhar de forma lúdica questões relacionadas à língua portuguesa como vocabulário, gramática e sintaxe.

Brincando de Papai Noel

No caso do paciente não pode comparecer às oficinas em função do tratamento ou da necessidade de isolamento as professoras vão até onde eles estiverem. "Quando é preciso fazemos todas as paramentações preconizadas pelos protocolos de higiene e segurança. O importante é que todas as crianças façam seus pedidos ao Papai Noel", afirma a professora responsável pelas oficinas, Karen Dionísio Carneiro.

Qualquer pessoa pode adotar uma cartinha. Para isso, bastar ligar para o hospital pelo telefone (11) 3723-3839 ou 3723-3785. As cartas estarão disponíveis até o dia 20 de dezembro. Já as doações devem ser entregues até o dia 23 de dezembro.


Ver mais notícias sobre os temas:

Educação

Relacionamentos

Sentimentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.