Descobertos os benefícios educacionais dos sites de relacionamento

Benefícios educacionais do networking

No primeiro estudo desse tipo, pesquisadores da Universidade de Minnesota, Estados Unidos, descobriram os benefícios educacionais de sites de relacionamento social, como o MySpace e o Facebook.

O mesmo estudo descobriu também que os estudantes de baixa renda estão sob muitos aspectos tão tecnologicamente proficientes quanto seus colegas mais abastados, um resultado que contraria as conclusões de estudos anteriores sobre o mesmo tema.

O que se aprende em um site de relacionamento

A pesquisa descobriu que, entre os estudantes observados, 94 por cento usam a Internet, 82 por cento se conectam de casa e 77 por cento têm um perfil em um site de relacionamento.

Quando perguntados sobre o que eles aprendiam usando os sites de relacionamento, os estudantes enumeraram as habilidades tecnológicas como a lição mais importante, seguidas pela criatividade, estar aberto as novas e diferentes visões, e habilidades de comunicação.

Habilidades para o século 21

Os dados foram coletados durante seis meses ao longo deste ano de estudantes entre 16 e 18 anos, em treze escolas diferentes. Além dos estudantes entrevistados, um subconjunto de acompanhamento, selecionado aleatoriamente, respondeu a questões sobre sua atividade na Internet quando eles navegavam pelo MySpace, um fórum online que oferece aos usuários e-mail, comunidades web e capacidades de vídeo e áudio.

"O que nós descobrimos foi que os estudantes que usam os sites de relacionamento social estão realmente praticando o tipo de habilidade do século 21 que nós queremos que eles desenvolvam para terem sucesso hoje," disse Christine Greenhow, uma pesquisadora de tecnologias do aprendizado e principal autora do estudo.

"Os estudantes estão desenvolvendo atitudes positivas em relação aos sistemas de tecnologia, editando e personalizando conteúdos e pensando sobre o design e o leiaute online. Eles estão também compartilhando conteúdo criativo, como filmes e poesias, e praticando o uso seguro e responsável da informação e da tecnologia. Os sites web oferecem um tremendo potencial educacional."

Oportunidades para educadores

Greenhow afirma que os resultados do estudo, ao mesmo tempo em que provam que os sites de relacionamento social oferecem mais do que meramente um passatempo ou conexões profissionais, também têm implicações para os educadores, que agora têm uma vasta oportunidade para apoiar o que os estudantes estão aprendendo nos sites.

"Agora que nós sabemos quais habilidades os estudantes estão aprendendo e a quais experiências eles estão sendo expostos, nós podemos ajudar a fomentar e estender essas habilidades," diz ela. "Como educadores, nós sempre quisemos saber de onde nossos estudantes estão vindo e no que eles estão interessados para que possamos basear nisso as nossas lições de ensino. Entendendo como os estudantes podem estar usando positivamente essas tecnologias de relacionamento em suas vidas diárias e onde estão as oportunidades educacionais ainda não detectadas, nós podemos ajudar a tornar as escolas ainda mais relevantes, conectadas e significantes para as crianças."

Oportunidades de relacionamentos acadêmicos e profissionais

O que é muito interessante é que os pesquisadores descobriram que muito poucos estudantes na pesquisa estavam realmente conscientes das oportunidades de relacionamentos acadêmicos e profissionais oferecidos pelos sites de relacionamento.

Tornar essa oportunidade mais conhecida dos estudantes, afirma Greenhow, é apenas uma das das formas que os educadores podem trabalhar com os estudantes usando suas experiências nos sites de networking.

Pobreza tecnológica

O estudo também vai contra pesquisas anteriores feitas em 2005 que sugerem uma exclusão digital onde estudantes de baixa renda estão tecnologicamente empobrecidos. Aquele estudo revelou que o uso da Internet por adolescentes de famílias com rendimentos de US$30.000,00 anuais ou menos era limitada a 73 por cento, o que está 21 pontos abaixo do que descobriu esta nova pesquisa.

Os estudantes participantes da nova pesquisa vinham de famílias cujas rendas estavam na média ou abaixo da média da renda local (US$25.000 ou menos) e faziam parte de um programa extra-escola, chamado Admissão Possível, voltado para melhorar o acesso à universidade para jovens de baixa renda.

Bom cidadão digital e líder online

Greenhow sugere que os educadores podem ajudar os estudantes a tirar ainda mais benefícios dos seus sites de redes sociais utilizando-os para aprofundar as idéias já emergentes dos estudantes sobre o que significa ser um bom cidadão digital e um líder online.


Ver mais notícias sobre os temas:

Educação

Relacionamentos

Sentimentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.