Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

17/01/2012

Detector de mentiras para dietas mostra o que você realmente comeu

Redação do Diário da Saúde

Diet-ector de mentira

Pesquisadores demonstraram que é possível determinar quais alimentos, e em que quantidades, uma pessoas comeu ao longo dos últimos dias através da análise de sua urina.

O que comemos tem um grande impacto em nossa saúde, mas é muito difícil medir exatamente o que e quanto as pessoas comem no dia-a-dia - e as pessoas acham difícil registrar honestamente o que comeram.

Medir o que as pessoas comem pode ajudar a prevenir doenças, mostrando as ligações definitivas entre determinados tipos e quantidades de alimentos e doenças específicas.

Os pesquisadores chamaram sua invenção de "diet-tector" de mentiras.

Metabólitos

Procurando "impressões digitais" da química de diferentes alimentos, os cientistas das universidades de Newcastle e Aberystwyth, no Reino Unido, demonstraram que é possível determinar se os indivíduos estão adotando dietas saudáveis ou não.

As impressões digitais químicas que eles identificaram são substâncias chamadas metabólitos, que são exclusivas para diferentes alimentos.

O grupo já conseguiu identificar com sucesso os metabólitos de alguns alimentos saudáveis, como framboesas, brócolis, salmão e suco de laranja.

"Este tipo de exame tem um enorme potencial como uma arma contra muitas doenças crônicas," disse o professor John Draper, um dos autores da pesquisa. "Ele vai ajudar os médicos, enfermeiros e nutricionistas a descobrir o que seus pacientes andaram comendo."

Sensor dedo-duro

A próxima etapa da pesquisa será desenvolver um teste simples, com potencial para revolucionar os cuidados com a saúde, determinando se as pessoas estão comendo uma dieta saudável ou não.

Os cientistas acreditam que, no futuro, o teste será capaz até mesmo de distinguir entre alimentos similares, tais como se alguém comeu carne vermelha, branca ou processada.

"À medida que nosso conhecimento sobre marcadores metabólitos de outros alimentos cresce, nós poderemos adicioná-los ao nosso exame," afirmou o pesquisador.

O objetivo a longo prazo da pesquisa é desenvolver um exame simples - um sensor que, ao ser mergulhado em urina, forneça uma leitura instantânea dos principais alimentos que a pessoa tenha comido.


Ver mais notícias sobre os temas:

Dietas e Emagrecimento

Conservação de Alimentos

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento