Dia Mundial do Diabetes quer acender uma luz para a doença

Dia Mundial do Diabetes quer acender uma luz para a doença

[Imagem: Divulgação]

Dia azul para o diabetes

Nesta sexta-feira, 14 de Novembro, comemora-se o Dia Mundial do Diabetes. Vários monumentos ao redor do mundo serão iluminados com luzes azuis para alertar sobre a doença. No mundo já são 818 monumentos, sendo 83 no Brasil.

A data foi instituída pela ONU e pela Organização Mundial da Saúde por ser o dia no nascimento de Frederick Banting. Ele e Charles Best foram os responsáveis pela descoberta da insulina.

Além da iluminação de monumentos, serão realizadas centenas de atividades em todo o mundo. No Brasil a coordenação das campanhas de divulgação, esclarecimento e discussão está a cargo da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), que é filiada à International Diabetes Federation (IDF).

Dúvidas sobre o diabetes

As campanhas de esclarecimento têm o objetivo de informar o público sobre as causas, sintomas, complicações e tratamentos do diabetes. O objetivo é conscientizar todas as faixas etárias e os diversos segmentos da sociedade - crianças e adultos, profissionais de saúde, formadores de opinião e mídia - sobre a gravidade e os custos da doença, servindo como um importante lembrete para o aumento da incidência do diabetes.

Diabetes em Crianças e Adolescentes

A cada ano, um tema é definido pela IDF para ser divulgado. Em 2008 o foco será "Diabetes nas Crianças e Adolescentes". O diabetes é uma das doenças mais comuns da infância e pode atingir crianças de qualquer idade, até mesmo bebês. Na maioria das vezes, o diabetes é detectado tardiamente, quando a criança já está em cetoacidose, ou então diagnosticado de forma completamente errada.

Além disso, o fornecimento da insulina é insuficiente em vários países, provocando a morte de crianças com diabetes, especialmente em países mais pobres.

A campanha do Dia Mundial do Diabetes pretende conscientizar a população sobre o aumento de casos de diabetes tipo 1 e tipo 2 em jovens e ressaltar a importância do diagnóstico precoce e de educação em diabetes. Isso ajudaria a reduzir complicações crônicas e salvar vidas.

Censo Brasileiro de Diabetes

Segundo o Censo Brasileiro de Diabetes, que avaliou a prevalência do diabetes no Brasil, na faixa etária de 30 a 69 anos, o diabetes atinge 7,6% da população, com outros 7,8% apresentando tolerância diminuída à glicose, hoje conhecida como "pré-diabetes".

Contudo, segundo dados mais recentes, coletados em pesquisa efetuada em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, as taxas atingem 12,1% de diabetes e e 7,7% de tolerância diminuída à glicose na faixa etária de 30 a 69 anos, ou seja, um aumento de 59% na prevalência de diabetes e a manutenção de prevalência equivalente de tolerância diminuída à glicose. Os dados mostram um acelerado crescimento da doença no país a partir de 1995.


Ver mais notícias sobre os temas:

Prevenção

Qualidade de Vida

Educação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.