Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

05/09/2016

Estresse social pode causar dor crônica e depressão

Com informações da Unicamp
Estresse social pode causar dor crônica e depressão
A técnica japonesa Shiatsu, além de aliviar as dores de pacientes com fibromialgia, melhora o sono, a sensação de equilíbrio e o bem-estar.[Imagem: Wikimedia/Arnaldo V. Carvalho]

Dor por estresse

O estresse social pode ser uma das causas tanto de quadros depressivos, como de dores crônicas, em condições como a fibromialgia.

A constatação impressionante foi feita pelos pesquisadores Marco Oreste Júnior, Carlos Amílcar Parada e César Renato Sartori, da Unicamp.

"Nossos dados sugerem que a dor crônica e os transtornos depressivos podem compartilhar mecanismos semelhantes de neuroplasticidade induzida pelo estresse. Tal plasticidade estaria associada às áreas encefálicas relacionadas aos mecanismos neurais de recompensa, como o Núcleo Accumbens e a Área Tegmentar Ventral", explicou Marco Oreste.

Esses resultados intensificam o debate entre os cientistas, que ainda não sabem ao certo se a dor crônica e a depressão são duas condições distintas com alta comorbidade, ou se são sintomas diferentes de uma mesma condição. "Além disso, avançamos na compreensão destes fenômenos apontando novos alvos tanto para o estudo quanto para o tratamento de dor crônica e da depressão," explicou o pesquisador.

Estresse causado pelo bullying

Nos experimentos, camundongos foram submetidos a uma espécie de bullying por camundongos de uma linhagem mais robusta e agressiva.

Uma parte do grupo subjugado apresentou características comportamentais e fisiológicas do tipo depressivas. Além disso, o mesmo grupo apresentou maior sensibilidade à dor por um longo período de tempo, embora os animais subjugados não tivessem qualquer tipo de lesão física.

A partir dos experimentos e de análises moleculares em fragmentos cerebrais dos animais, os pesquisadores concluíram que o estresse causou mudanças plásticas nos cérebros dos roedores, revelando a existência de mecanismos neurofisiológicos comuns, tanto à dor como à depressão.

O modelo de estresse por subjugação social se aproxima bastante do que acontece com humanos em suas relações sociais, relatam os pesquisadores: "Em modelos antigos de indução de depressão usava-se muito a restrição física, como frio, choque elétrico, etc. Mas isso não simula muito bem as condições em seres humanos. Na subjugação social os animais são submetidos a confronto social, como se fosse um bullying mesmo."


Ver mais notícias sobre os temas:

Dores Crônicas

Relacionamentos

Emoções

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento