Exercício físicos alteram estrutura e função do coração

Efeitos dos exercícios sobre o coração

Pela primeira vez os pesquisadores estão começando a entender exatamente como as várias formas de exercícios físicos impactam o coração. Cientistas do Massachusetts General Hospital, em colaboração com médicos da Harvard University Health Services, descobriram que 90 dias de treinamento atlético vigoroso produzem alterações significativas na estrutura e na função cardíaca e que o tipo de alteração varia com o tipo de exercício que é feito. O estudo foi publicado no número de Abril do Journal of Applied Physiology.

"A maioria do que nós sabemos sobre alterações cardíacas em atletas e em outras pessoas fisicamente ativas vem de 'instantâneos', tirados em um ponto específico no tempo. O que nós fizemos nesse estudo, o primeiro do seu tipo, foi acompanhar os atletas ao longo de vários meses para determinar como o processo de treinamento realmente faz surgir uma mudança," explica o Dr. Aaron Baggish.

Foram feitos exames de ecocardiografia - exames por ultra-som da estrutura e função do coração - no início e no fim do período de estudos de 90 dias. Os participantes seguiram os regimes de treinamento normais desenvolvidos por seus técnicos e treinadores, com a atividade sendo registrada semanalmente.

Aumento no tamanho do coração

Ao final do 90 dias do estudo, os pacientes apresentaram significativo incremento no tamanho dos seus corações. Nos atletas de corridas de longa duração, os ventrículos esquerdo e direito - as câmeras que enviam sangue para a aorta e para o pulmão, respectivamente - expandiram-se.

Diferenças funcionais

Por outro lado, o músculo cardíaco dos atletas de arrancada tendeu a engrossar, um fenômeno que pareceu restrito ao ventrículo esquerdo. A diferença funcional mais significante se relaciona com o relaxamento do músculo cardíaco entre as batidas do coração - que aumentou nos atletas de longa distância, mas diminuiu nos atletas de arrancada, embora ainda dentro de níveis normais.

Impacto dos treinamentos de longa duração

"Nós estamos muito surpresos tanto com a magnitude das alterações em um período relativamente curto de tempo, quanto pela magnitude das diferenças entre os dois grupos de atletas," afirma Baggish. "As diferenças funcionais levantam questões sobre o potencial impacto de treinamentos de longa duração, que deverão prosseguir em futuros estudos."


Ver mais notícias sobre os temas:

Atividades Físicas

Coração

Exames

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.