Fim de um relacionamento altera percepção de si mesmo

Auto-imagem

Quando um relacionamento romântico termina, a auto-imagem da pessoa fica mais vulnerável, podendo modificar-se mais facilmente.

A auto-imagem, ou auto-conceito, é definida como o sentido que a pessoa tem do seu "eu". Parceiros românticos desenvolvem amigos e atividades em comum e até mesmo auto-conceitos que se sobrepõem.

"Eu" abalado

Usando três estudos, os pesquisadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, examinaram as mudanças no conceito de si mesmo que podem ocorrer depois do rompimento de um relacionamento afetivo.

Eles descobriram que os indivíduos têm uma menor clareza sobre a sua auto-imagem após o fim do relacionamento. A clareza sobre si mesmo pode contribuir para reduzir problemas emocionais, enquanto a falta dela pode facilitar o advento desses problemas.

A perda do relacionamento tem várias consequências psicológicas, incluindo a tendência em alterar o conteúdo do seu "self" e o sentimento de que seu "eu" é subjetivamente menor e menos claro.

Fim do relacionamento

A descoberta de que existe uma prevalência de auto-mudança experimentada quando um relacionamento amoroso termina fornece uma prova da força que a perda exerce sobre o conceito que uma pessoa tem de si mesma.

"Os casais não costumam apenas completar as frases uns dos outros, eles podem realmente vir a completar os egos uns dos outros," escrevem os autores em um artigo na revista científica Personality and Social Psychology Bulletin.

"Quando o relacionamento termina, as pessoas não só sentem dor pela perda do parceiro, mas também mudanças em seus egos. Essa pesquisa é a primeira a demonstrar a contribuição única que a diminuição da clareza do conceito de si mesmo tem para o desgaste emocional que os indivíduos sofrem depois do rompimento."


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Bem-estar emocional

Sentimentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.