Fracassa teste de vacina contra a dengue

Desapontador

Os resultados dos primeiros testes com uma vacina contra a dengue trouxeram um pequeno entusiasmo e muito desapontamento.

A vacina mostrou-se eficaz contra três das quatro variantes do vírus (ou sorotipos) da dengue - mas, inexplicavelmente, não ofereceu proteção contra o quarto tipo, o mais comum.

"Certo, a vacina apresentou proteção contra três dos sorotipos, mas infelizmente - e isto é muito desapontador - no geral ela não é eficaz, não apresentando nenhuma proteção contra o tipo de dengue mais comum circulando na Tailândia," disse Scott O'Neill, da Universidade Monash (Austrália), referindo-se ao país onde foram feitos os testes.

O laboratório fabricante da vacina - a empresa francesa Sanofi Pasteur -, por outro lado, diz-se encorajado pelos resultados.

Risco de dengue hemorrágica

Transmitidos por pernilongos, os quatro sorotipos de dengue infectam cerca de 100 milhões de pessoas, a maioria crianças, em todo o mundo a cada ano.

A exposição a um sorotipo normalmente provoca uma forma branda da doença, e o paciente fica definitivamente imune a uma segunda infecção pelo mesmo serótipo.

Mas, por motivos ainda desconhecidos, a exposição subsequente a um segundo sorotipo da dengue aumenta a chance de a doença evoluir para a dengue hemorrágica severa, frequentemente fatal.

Os cientistas têm assumido que uma vacina contra a dengue tem de ser igualmente eficaz contra todos os quatro sorotipos, temendo que a proteção incompleta contra qualquer um possa colocar os vacinados em risco da forma hemorrágica da doença logo ao contato do tipo mais comum do vírus.

Combinação difícil

A estratégia adotada tem sido desenvolver uma vacina contra cada sorotipo, e então combiná-las.

Mas essa combinação não foi bem-sucedida até agora.

Nos testes, o candidato a vacina apresentou imunização de 55,6% contra o sorotipo 1, 75,3% contra o sorotipo 3 e 100% contra o sorotipo 4.

Mas a proteção contra o sorotipo 2 do vírus da dengue foi praticamente zero.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Vírus

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.