Governo pode adiar volta às aulas para evitar contágio da gripe A

Férias mais longas

O governo decide ainda hoje (23) se vai determinar a prorrogação das férias escolares na rede pública para prevenir o aumento do contágio do vírus Influenza (H1N1) entre estudantes.

Técnicos do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação se reúnem para definir em quais municípios as férias serão mais longas e para formular um guia com orientações para pais e responsáveis será divulgado.

Orientação aos pais

"Estamos discutindo essa situação e preparando orientação para pais, professores, alunos e diretores de escolas. Em algumas localidades, não tem o menor sentido [prorrogar as férias] e em outras pode ser uma coisa importante. Vamos tratar cada caso como um caso importante. Talvez, dependendo do município teremos uma orientação de estender ou não", disse o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Algumas escolas do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e de São Paulo chegaram a suspender as aulas ou antecipar as férias para evitar que o risco de contaminação aumentasse. Uma das formas de prevenção da gripe é evitar ficar em locais fechados com muitas pessoas. O Ministério da Saúde ainda recomenda que se lave as mãos várias vezes ao dia e que não se compartilhe objetos e instrumentos pessoais.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Educação

Gestão em Saúde

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.