Governo passa a monitorar agrotóxico em mais 15 produtos alimentícios

Agrotóxicos em alimentos

A partir deste ano 15 novos vegetais passam a ser monitorados pelo Ministério da Agricultura para manter o controle de agrotóxicos e outros contaminantes. A maçã e o mamão já faziam parte do controle e agora entram para a lista melão, morango, uva, abacaxi, alface, banana, limão, manga, tomate e batata.

A pimenta-do-reino será monitorada para detectar a presença da bactéria salmonella, que causa vômitos, enjôos e pode levar à morte. Quanto aos níveis de aflatoxinas, produzidas por fungos, serão analisados o arroz, amendoim, milho e a castanha do Brasil.

A inclusão dos novos produtos foi determinada por instrução normativa que cria o Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes (PNCRC).

Alimentos mais seguros

O chefe de Serviço de Controle de Resídios e Contaminantes da Área Vegetal do Ministério da Agricultura, Carlos Venâncio, explica que a finalidade é garantir alimentos cada vez mais seguros para os brasileiros e também contribuir para elevar as exportações. "O monitoramento tira uma foto da realidade brasileira e identifica os problema para resolvê-los", diz.

Uma vez detectada qualquer irregularidade como o uso de agrotóxicos proibidos ou uso abusivo de substâncias a ponto de contaminar os vegetais, um fiscal visita a propriedade de onde vem os alimentos e trabalha junto com o produtor para reverter o quadro.

Com a criação do Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes, as primeiras análises dos produtos passaram a ser feitas desde janeiro, mas os resultados serão divulgados apenas ao final de cada ano.

O trabalho feito a partir do plano brasileiro tem o reconhecimento de países da União Européia, Estados Unidos, China e Rússia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Contaminação

Conservação de Alimentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.