Honestidade varia significativamente entre países

Honestidade varia significativamente entre países
A honestidade parece variar até mesmo para a mesma pessoa, de acordo com a situação: por exemplo, parece que as pessoas são menos honestas à tarde e muitas são mais honestas se assinarem primeiro.
[Imagem: Wikimedia/Martin Cooper]

Honestidade por país

A honestidade das pessoas varia significativamente entre os países - mas cuidado com os preconceitos ao tentar prever a honestidade dos outros.

Os países estudados - Brasil, China, Grécia, Japão, Rússia, Suíça, Turquia, Estados Unidos, Argentina, Dinamarca, Reino Unido, Índia, Portugal, África do Sul e Coreia do Sul - foram escolhidos para fornecer uma mistura de regiões, níveis de desenvolvimento e níveis de confiança social.

O autor do estudo, professor David Hugh-Jones, da Universidade de East Anglia (Reino Unido), mediu a honestidade em entrevistas e em jogos rápidos de cara ou coroa com uma moeda.

Segundo ele, os testes identificaram evidências para a desonestidade em todos os países, mas com níveis variando significativamente entre eles.

Honestidade por país

A desonestidade estimada no lançamento da moeda variou de 3,4% no Reino Unido até 70% na China.

Nos questionários, os entrevistados no Japão foram os mais honestos, seguidos pelo Reino Unido, enquanto a população da Turquia mostrou-se a menos honesta.

Em ambas as medições, a honestidade dos brasileiros colocou o país em 11º lugar dentre os 15 países pesquisados.

Honestidade varia significativamente entre países
O Brasil (BR) ficou em 11º lugar em honestidade dentre os 15 países pesquisados.
[Imagem: David Hugh-Jones]

Julgando a honestidade dos outros

Os participantes também foram convidados a prever a honestidade média dos outros países.

No entanto, essas crenças sobre a honestidade dos cidadãos dos outros países não refletiram a realidade. Por exemplo, os voluntários esperavam que a Grécia fosse o país menos honesto, mas o país ficou muito bem colocado.

"Foram encontradas diferenças na honestidade entre os países, mas isso não corresponde necessariamente ao que as pessoas esperavam," disse Hugh-Jones. "As crenças sobre a honestidade parecem ser pautadas por características psicológicas, tais como a autoprojeção.

"Surpreendentemente, as pessoas foram mais pessimistas sobre a honestidade das pessoas no seu próprio país do que das pessoas de outros países. Uma explicação para isso pode ser que as pessoas estão mais expostas a notícias sobre a desonestidade ocorrendo em seu próprio país do que em outros," concluiu Hugh-Jones.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ética

Emoções

Espiritualidade

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.