Liga de magnésio cria implantes ósseos biodegradáveis

Liga de magnésio biodegradável para implantes médicos
O implante metálico vai sendo absorvido aos poucos pelo organismo, desaparecendo completamente depois de alguns meses.
[Imagem: KIST]

Pessoas que recebem implantes e pinos sabem bem dos inconvenientes desses "invasores metálicos" - inconvenientes que vão das dores nas mudanças de estação até ficar travado na porta dos bancos.

Felizmente a solução está a caminho, graças ao trabalho de Pil-Ryung Cha e seus colegas do Instituto de Ciência e Tecnologia da Coreia (KIST).

Eles desenvolveram uma liga de magnésio biodegradável e bioabsorvível - o material é absorvido pelo corpo em um período que varia de 6 meses a 2 dois anos, dependendo das dimensões do implante.

Assim, trocar seus ossos por ossos de liga leve - seja para ficar mais forte ou para perder peso - ainda não é uma opção.

A liga biodegradável será utilizada sobretudo no tratamento de fraturas, dispensando cirurgias adicionais para retirada de parafusos e suportes.

Os pesquisadores já fabricaram vários tipos de implantes, que se mostraram mecanicamente adequados para suportar as cargas necessárias até que os ossos se recomponham.

Testes clínicos em pacientes estão em andamento na Universidade Ajou, também na Coreia do Sul.

Segundo os pesquisadores, "o coração da tecnologia está na combinação de potenciais entre a matriz estrutural do metal e os agentes secundários na estrutura da matriz, de forma a superar a limitação fundamental dos materiais metálicos, que é a rápida degradação."

Usando essa tecnologia, "podem ser desenvolvidos novos materiais inovadores, como ligas metálicas com segundos e terceiros elementos adicionais, mantendo a natureza eletroquímica do metal puro," concluem eles.

Fonte: Liga de magnésio biodegradável revoluciona implantes médicos


Ver mais notícias sobre os temas:

Ossos e Articulações

Implantes

Robótica

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.