Joelho artificial de US$20 é solução para pacientes de países pobres

Joelho artificial de US$20 é solução para pacientes de países pobres

[Imagem: JaipurKnee Project]

O professor Joel Sadler, da Universidade de Stanford (EUA) propôs um desafio para os seus alunos da disciplina de Design de Equipamentos Biomédicos: criar uma prótese de joelho que pudesse ajudar pacientes de países pobres que perderam suas pernas na guerra, em minas terrestres ou por agravamento de doenças como a diabetes.

Os modelos de próteses de joelho de baixo custo usam uma junta de eixo único, que gira como a maçaneta de uma porta. Mas essas próteses são instáveis, não sendo adequadas para moradores de áreas rurais ou em países muito pobres, onde os terrenos não têm a qualidade das áreas urbanas dos países desenvolvidos.

Joelho de titânio

Para construir um modelo melhor, Sadler e sua equipe estudaram a mecânica de joelhos artificiais de última geração, fabricados de titânio e que custam entre US$10.000 e US$100.000,00. Essas próteses foram projetadas e são fabricadas com as melhores tecnologias disponíveis, de forma que esse histórico não poderia ser descartado no projeto do novo joelho.

A equipe também pesquisou os materiais usados para construir próteses de baixo custo, feitas normalmente para o mercado dos países mais pobres. Outros pesquisadores e empresas têm testado inúmeros materiais na tentativa de reduzir os custos de seus produtos. Verificar suas escolhas poderia evitar grandes retrabalhos.

Joelho de nylon e óleo

De posse dessas informações, os engenheiros projetaram um joelho artificial feito com um polímero de nylon cheio de óleo. A junta autolubrificante tem uma enorme flexibilidade, demonstrando um desempenho muito superior ao das próteses de baixo custo disponíveis atualmente.

Os resultados superaram até mesmo a expectativa dos estudantes em sua busca de redução de custos: o novo joelho artificial poderá ser fabricado em larga escala a um custo de apenas US$20,00 a unidade. E, além disso, ele supera a qualidade, o desempenho e a durabilidade das próteses atualmente consideradas de baixo custo.

Prótese de baixo custo

A equipe fabricou 43 unidades da nova prótese e as enviou para a Índia, onde elas estão sendo avaliadas em testes de campo.

Os pesquisadores reuniram-se em torno de uma organização não-governamental, chamada Projeto JaipurKnee, com o objetivo de reduzir ainda mais o custo do novo joelho artificial. Sendo uma organização não-lucrativa, o projeto poderá receber doações e investimentos públicos, o que pode auxiliar a produzir as novas próteses e vendê-las a um preço ainda menor.


Ver mais notícias sobre os temas:

Próteses

Implantes

Equipamentos Médicos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.