Jogar Tetris melhora a eficiência do cérebro das meninas

Jogar Tetris melhora a eficiência do cérebro das meninas
Áreas vermelhas mostram espessamento do córtex e áreas azuis mostram áreas mais eficientes após o treinamento. Acima está o hemisfério direito do cérebro e, abaixo, o esquerdo.
[Imagem: Richard J.Haier et al, BMC Research Notes, 2009]

Melhorando o cérebro da garotas

Jogar Tetris aumenta a espessura do córtex e melhora a eficiência do cérebro de garotas, de acordo com um novo estudo que acaba se ser publicado no jornal médico BMC Research Notes.

A equipe da Rede de Pesquisas do Cérebro (Estados Unidos) é uma das primeiras a investigar os efeitos da prática de jogos eletrônicos sobre o cérebro utilizando simultaneamente duas técnicas de imageamento cerebral.

A conclusão do estudo é que jogar Tetris rotineiramente torna o cérebro mais eficiente ao aumentar o volume de massa cinzenta.

Meninas que jogam Tetris

Ao longo de um período de 3 meses, 26 meninas adolescentes jogaram Tetris durante 30 minutos por dia. O jogo sabidamente exige uma combinação de habilidades cognitivas.

As garotas foram submetidas a exames de ressonância magnética funcional (fMRI) e ressonância magnética estrutural (MRI) antes e depois do período de três meses de prática do jogo. O mesmo foi feito com um outro grupo de meninas com a mesma idade, mas que não jogaram Tetris.

A ressonância magnética estrutural foi utilizada para avaliar a espessura cortical, enquanto a ressonância magnética funcional foi utilizada para avaliar a eficiência da atividade cerebral.

Aumento da eficiência do cérebro

As meninas que jogaram Tetris apresentaram uma maior eficiência cerebral, consistente com estudos anteriores. Em comparação com o grupo controle, as meninas que praticaram o jogo também apresentaram um córtex mais espesso, mas não nas mesmas áreas do cérebro onde foi detectado o aumento de eficiência (veja na imagem).

As áreas do cérebro que apresentaram um córtex relativamente mais espesso foram as Áreas de Brodman (BA) 6, no lobo frontal esquerdo, e as BA 22 e BA 38 no lobo temporal esquerdo.

Os cientistas acreditam que o BA 6 sustenta o planejamento de movimentos coordenados mais complexos. Já o BA 22 e o BA 38 são as partes do cérebro ativadas na integração multissensorial - o trabalho que o cérebro faz para integrar as informações visuais, táteis, auditivas e fisiológicas internas.

A ressonância magnética funcional mostrou uma maior eficiência nas áreas associadas com o pensamento crítico, com o raciocínio e com o processamento da linguagem.

Cérebro melhor para outras tarefas

"Uma das descobertas mais surpreendentes nas pesquisas do cérebro nos últimos cinco anos foi que a prática de jogos aumenta a massa cinzenta nas áreas motoras do cérebro. Mais massa cinzenta pode significar que aquela área não precisará trabalhar tão intensamente na próxima vez que se jogar Tetris," comenta o Dr. Rex Jung.

"Nós estamos entusiasmados em ver as diferenças nas espessuras corticais entre as garotas que praticaram Tetris e as que não jogaram," diz o Dr. Richard Haier, outro membro da equipe. "Mas é surpreendente que essas diferenças não estejam onde nós vimos maior eficiência. Como um córtex mais espesso e uma maior eficiência cerebral se interrelacionam permanece um mistério," conclui o cientista.

Agora os pesquisadores vão prosseguir o estudo para verificar se as alterações no cérebro se revertem depois que as meninas deixarem de jogar Tetris e se os ganhos cerebrais são aproveitados em outras tarefas além de uma maior destreza no jogo.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cérebro

Mente

Diversão

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.