Lançado chocolate que inibe o apetite

Lançado chocolate que inibe o apetite
Chocolate que inibie o apetite é verde por causa da alga incluída em sua composição.
[Imagem: BBC]

Chocolate que sacia

Uma empresa da Espanha afirma ter inventado um chocolate que inibe o apetite. A empresa Disnatural é especialista em cosméticos naturais, mas há dois anos investiga a fórmula do chocolate com inibidor.

A novidade é uma mistura de cacau, jojoba e a alga espirulina que, segundo seus criadores, produz no organismo, de maneira natural, uma sensação de apetite saciado após o consumo de apenas um ou dois bombons de 15 gramas cada.

Hormônios

Segundo o fabricante, a combinação bioquímica dos ingredientes incentiva a produção da fenilalanina, um aminoácido presente no cérebro que ativa neurotransmissores como a colecistocinina (CKK).

A CKK, um hormônio gastro-intestinal, estimula a secreção de enzimas e envia mensagens ao cérebro e ao aparelho digestivo como um aviso de que o corpo já está saciado, eliminando assim o apetite.

Chocolate antes das refeições

Armando Yañez, professor de química da Universidade de Alicante e um dos criadores do novo produto, disse à BBC Brasil que o chocolate saciante "é tão simples e gostoso como qualquer bombom, só que ajuda o organismo a saber a hora de parar."

Segundo o professor, o ideal é comer o chocolate entre 45 minutos e uma hora antes das refeições para equilibrar as funções digestivas.

Chocolate verde

O professor disse que o novo chocolate tem um sabor um pouco mais forte do que os tradicionais e uma cor esverdeada por causa da alga espirulina.

"Mas garanto que é gostoso. O sabor e o aroma habituais do chocolate estão comprovadíssimos."

Os bombons com inibidores de apetite entrarão no mercado espanhol na próxima Páscoa em três opções de sabores: chocolate ao leite, chocolate amargo e chocolate praliné recheado com amêndoas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.