Lançado plano emergencial para tratamento do uso de álcool e outras drogas

Centros de Atenção Psicossocial

O Ministério da Saúde lançou o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e Outras Drogas, que prevê ações para atender 108 municípios, incluindo todas as capitais. No total, os investimentos devem chegar a R$ 117,3 milhões.

O projeto prevê a criação, até dezembro de 2010, de 92 Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), a habilitação de 68 centros já existentes e a instalação de 2.325 novos leitos psiquiátricos em hospitais de municípios com mais de 250 mil habitantes.

Com a implantação dos novos leitos e centros especiais, o Brasil irá contar com 1.394 CAPs e 4.893 leitos de atenção integral em saúde mental em todo o Sistema Único de Saúde (SUS).

Plano de emergência

De acordo com o Ministério da Saúde, o plano de emergência foi criado para reverter o atual quadro de avanço no consumo de álcool e drogas no país, principalmente, por crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

"Nós temos crianças e jovens consumindo álcool e droga. Daí o motivo de criar o plano emergencial: para alterar esse problema", afirmou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, durante cerimônia de lançamento do projeto, em Brasília.


Ver mais notícias sobre os temas:

Drogas Lícitas

Vícios

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.