Marcapassos natural e biológico é possível, dizem cientistas

Marca-passos natural e biológico é possível, dizem cientistas

[Imagem: Wikimedia Commons]

Marcapassos natural

Marcapassos artificiais salvam e estendem a vida de milhares de pessoas todos os anos. Mas eles têm suas limitações - como uma taxa fixa de pulsação e uma vida útil limitada. Seria possível construir uma versão biológica permanente?

Richard Robinson e seus colegas da universidade de Colúmbia e Stony Brook, nos Estados Unidos, acreditam que isso é possível. A pesquisa, que eles reconhecem trazer esse um sonho para mais próximo da realidade, foi publicada no periódico científicos The Journal of Physiology.

O marcapassos natural do corpo humano, chamado nodo sinoatrial (SA), é extremamente vulnerável a danos durante um ataque cardíaco, frequentemente deixando o paciente com um ritmo cardíaco fraco, lento ou não-confiável. O coração tem uma capacidade limitada de se recuperar de danos, de forma que o enfoque convencional é encaixar um dispositivo eletrônico para monitorar e controlar diretamente o ritmo cardíaco.

Marcapassos natural

Terapias para ajudar a aumentar a taxa de batimentos cardíacos biologicamente pode ser uma solução muito melhor, mas há alguns desafios. A forma como os sinais elétricos são gerados no nodo sinoatrial - e, desta forma, o ritmo cardíaco resultante - estão longe de ser algo simples. Há três rotas diferentes que podem estar envolvidas no direcionamento dos sinais elétricos entre as células - os chamados HCN.

A pesquisa agora publicada ajuda a lançar algumas luzes sobre os segredos dos canais HCN, mas, mais importante, ela descreve uma cultura celular que os pesquisadores desenvolveram que imita precisamente o funcionamento das HCN no coração de mamíferos, tornando as futuras pesquisas na área muito mais fáceis e rápidas.

Os pesquisadores usaram seu novo modelo celular para religar geneticamente dois canais HCN. A taxa cardíaca resultante é muito rápida, com pequenas pausas irregulares, exatamente como já havia sido observado em cães e em camundongos.

Primeiros passos

São os primeiros passos, mas os novos modelos celulares e computadorizados são ideais para testar novos medicamentos para influenciar a taxa de batimentos cardíacos e abrir o caminho para o desenvolvimento de marcapassos biológicos.

Segundo os cientistas, o estudo "facilitará o desenvolvimento de marcapassos biológicos práticos ao permitir uma avaliação mais completa e rápida das mutações dos canais individuais por meio da combinação de estudos simulados e biológicos antes de fazer os testes completos em modelos animais."


Ver mais notícias sobre os temas:

Coração

Implantes

Equipamentos Médicos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.