Medicamento pode apagar memórias traumáticas

Médicos da Universidade da Califórnia, Estados Unidos, descobriram que é possível utilizar medicamentos para apagar memórias traumáticas. Eles utilizaram o analgésico Sevoflurano.

Os voluntários que participaram do estudo foram divididos em dois grupos: o primeiro grupo recebeu apenas placebo e o segundo grupo ingeriu uma dose do Sevoflurano.

A seguir, todos os voluntários foram expostos a uma série de imagens, algumas comuns, de objetos e cenas do dia-a-dia, e outras contendo cenas fortes e contundentes.

Uma semana depois foi aplicado um questionário para medir quais imagens eram lembradas pelos dois grupos. O grupo que ingeriu a dose de analgésico lembrou-se de 5% das imagens chocantes, enquanto o grupo que recebeu o placebo conseguiu lembrar-se de 29% delas.

Para as imagens comuns, o grupo medicado lembrou-se de 10% e o grupo não- medicado recordou-se de 12% delas.

Um acompanhamento por ressonância magnética mostrou que o analgésico interfere na comunicação entre as áreas do cérebro que controlam as emoções e as memórias de longo prazo, inibindo a formação de lembranças permanentes.

Os pesquisadores esperam que o estudo possa levar ao desenvolvimento de drogas específicas para a supressão de memórias traumáticas, evitando o aparecimento de diversos tipos de fobias.


Ver mais notícias sobre os temas:

Memória

Alucinações

Bem-estar emocional

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.