Médicos dão menos explicações a minorias?

Minoritários e mais pobres

Parece que pacientes negros e de minorias étnicas recebem de seus médicos menos informações necessárias para a tomada de decisões do tratamento e menos explicações sobre as opções disponíveis.

No geral, 93% dos entrevistados indicaram que seus médicos discutiram adequadamente as razões para as suas recomendações, incluindo as experiências passadas do paciente, a investigação científica e os custos.

Porém, "os resultados indicaram que as minorias raciais/étnicas receberam menos informações de seus médicos sobre a justificativa para a tomada de decisão de tratamento em algumas, mas não todas, as dimensões avaliadas," disse Meng-Lin Yun, da Universidade de Boston (EUA).

Além disso, as disparidades raciais e étnicas desapareceram após a contabilização das características sociodemográficas dos entrevistados, como a renda. Ou seja, o problema parece ser particularmente das minorias mais pobres.

"Isto sugere que as disparidades raciais/étnicas observadas no compartilhamento de informações são explicadas por fatores socioeconômicos que muitas vezes 'viajam' com a raça, como sexo, renda e participação em planos de saúde [insurance status]," escreveram os pesquisadores.

Receita para os médicos

As conclusões do estudo são consistentes com pesquisas anteriores que mostraram "menos compartilhamento de informações, construção de relacionamento ou uso de outras estratégias de conexão empática com os pacientes das minorias raciais/étnicas," de acordo com os autores.

Os pesquisadores recomendam que os médicos avaliem os seus próprios padrões de comunicação com seus pacientes e "façam esforços para assegurar que compartilham igualmente com todos os pacientes [informações] quanto a justificativas para as recomendações de tratamento."


Ver mais notícias sobre os temas:

Atendimento Médico-Hospitalar

Ética

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.