Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

24/02/2016

Meditação causa mudanças neurobiológicas benéficas

Redação do Diário da Saúde
Meditação causa mudanças neurobiológicas benéficas
Cure a si mesmo: Faça meditação. Os efeitos benéficos da meditação apareceram em praticamente todas as regiões do cérebro. [Imagem: Eileen Luders]

Treinando o cérebro para a saúde

O treinamento de meditação conhecido como meditação da mente alerta, em comparação com um treinamento de relaxamento, reduz a interleucina-6, um biomarcador inflamatório indicador de alto nível de estresse.

Ao longo da última década, comprovou-se que a meditação melhora uma ampla gama de problemas de saúde, do retardamento da progressão do HIV até melhorar o envelhecimento saudável.

Os resultados têm sido tão impressionantes que, saindo da categoria de terapia alternativa, agora já se fala em uma Ciência da Meditação.

Esse impulso veio depois que se comprovou que a meditação induz mudanças no cérebro que produzem os efeitos benéficos à saúde.

Efeitos biológicos da meditação

Neste novo trabalho, feito por pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon (EUA), mostrou-se que a meditação produz efeitos biológicos mensuráveis no cérebro de pessoas com alto nível de estresse - adultos que acabaram de perder o emprego.

Segundo a equipe, os benefícios biológicos relacionados com a meditação ocorrem porque o treinamento da mente alerta altera fundamentalmente os padrões de conectividade das redes funcionais do cérebro, e essas mudanças cerebrais explicam as melhorias na inflamação.

Imagens do cérebro dos voluntários mostraram que o treinamento de meditação aumentou a conectividade funcional em áreas do cérebro importantes para a atenção e o controle executivo, nomeadamente o córtex pré-frontal dorsolateral. Os participantes que receberam o treinamento de relaxamento não apresentaram essas mudanças cerebrais.

"Temos visto que o treinamento de meditação da mente alerta pode reduzir biomarcadores inflamatórios em vários estudos iniciais, e este novo trabalho esclarece o que o treinamento da mente alerta está fazendo para o cérebro produzir esses benefícios inflamatórios," disse o professor David Creswell, coordenador do estudo publicado na revista médica Biological Psychiatry.


Ver mais notícias sobre os temas:

Meditação

Mente

Cérebro

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento