Meninas consomem mais alimentos não saudáveis do que meninos

Guloseimas femininas

As meninas comem mais alimentos não saudáveis do que os meninos. A constatação é da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, feita com estudantes entre 13 e 15 anos e divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento revela que 58,3% das meninas e 42,6% de meninos comeram produtos considerados não saudáveis nos cinco dias anteriores à pesquisa.

No geral, 50,9% dos cerca de 490 mil entrevistados comeram guloseimas uma semana antes da entrevista.

Mais salgados, menos frutas

O consumo de produtos não saudáveis supera a ingestão de frutas frescas (31,5%) em todas as cidades avaliadas na pesquisa. Entre as guloseimas preferidas, os refrigerantes foram citados por 37,2% dos entrevistados.

A batata frita foi citada por 4,7% e os salgados fritos, por 12,5%. Constatou-se também que este último foi mais consumido nas escolas privadas (14,3% dos entrevistados) do que nas escolas públicas (12%).

Feijão e hortaliças

Entre os alimentos saudáveis, os estudantes contaram ter comido mais feijão - com o maior percentual de consumo, sendo mais elevado nas escolas públicas. Já as hortaliças foram mais consumidas por alunos de escolas privadas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Gênero

Hábitos de Consumo

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.