Microbisturi tem precisão suficiente para destruir uma única célula cancerosa

Microbisturi tem precisão para destruir uma única célula cancerosa

[Imagem: Hoy et al.]

A equipe da professora Adela Ben-Yakar, da Universidade do Texas, Estados Unidos, criou um microbisturi a laser que tem uma precisão suficiente para destruir uma única célula cancerosa, deixando intacto todo o tecido sadio em volta do tumor.

Microcirurgia em 3D

Baseado em um laser de femtosegundos, o novo microbisturi facilitará as cirurgias de câncer, epilepsia e outras microcirurgias de alta precisão.

"Você pode remover uma célula com alta precisão em 3D sem danificar as células acima ou abaixo dela. E você pode ver, com a mesma precisão, o que você está fazendo, guiando sua microcirurgia," diz a pesquisadora.

Lasers de femtosegundos na medicina

Lasers de femtosegundos produzem pulsos de luz de alta energia e de duração tão curta que seu calor não tem tempo para se espalhar a partir da célula atingida.

Várias pesquisas têm demonstrado que os lasers de femtosegundos são promissores para a destruição de pequenos tumores nas cordas vocais, células cancerosas que foram deixadas para trás depois da remoção de um tumor sólido, células cancerosas individuais espalhadas pelo cérebro e até placas em artérias.

Já existem sistemas desse tipo no mercado, principalmente para cirurgias nos olhos, mas são grandes demais para casos muito delicados.

Microbisturi

O protótipo desenvolvido pela Dra. Ben-Yakar mede apenas 15 milímetros de diâmetro, uma espessura que, segundo ele, deverá ser reduzida para apenas cinco milímetros, o que tornará o sistema compatível com os endoscópios utilizados em laparoscopia.

Para conseguir tamanha miniaturização, os pesquisadores tiveram que construir um novo tipo de cabo de fibra óptica, capaz de suportar os pulsos intensos de luz infravermelha emitidos por um laser de femtosegundos.

Para conseguir lidar melhor com a intensidade da luz, os pesquisadores como que "esticaram" os pulsos de luz, tornando-os mais longos e, portanto, mais fracos. Na extremidade da fibra, de onde o laser deve ser disparado em direção ao tecido, o feixe de luz é reconstruído para voltar à sua intensidade original.

Na demonstração os pesquisadores usaram seu microbisturi a laser para destruir uma única célula de câncer de mama crescida em laboratório no meio de inúmeras outras células sadias.

Fonte: Microbisturi tem precisão para destruir uma única célula cancerosa


Ver mais notícias sobre os temas:

Equipamentos Médicos

Cirurgias

Câncer

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.