Ministério da Saúde recebe 50 mil kits para tratamento da gripe A H1N1

Hospitais de referência

O Ministério da Saúde recebeu mais um lote de 50 mil kits para tratamento da influenza A (H1N1). O material será distribuído para os 68 hospitais de referência de todo o país para o atendimento aos pacientes com a nova gripe.

Até setembro, o ministério deve receber mais 750 mil kits e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) produzirá mais 150 mil. A quantidade deve ser suficiente para atender a todos os casos considerados graves no país.

Comprimidos de Tamiflu

Cada conjunto contém dez comprimidos de fosfato de oseltamivir (cujo nome comercial é Tamiflu), quantidade indicada para uma pessoa. Até agora, o medicamento é considerado o mais eficiente no tratamento da gripe A H1N1, sendo recomendado, inclusive, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com a OMS, o tratamento é indicado apenas para pacientes com sintomas graves, fatores de risco e profissionais de saúde que trabalham diretamente com os doentes.

A distribuição do medicamento continuará centralizada. O governo federal envia os remédios para os estados, que os repassam para os hospitais de referência e ampliam a rede de atendimento. Para evitar a automedicação e reduzir a probabilidade de resistência do vírus ao remédio, o medicamento não estará disponível no comércio.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Medicamentos

Gestão em Saúde

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.