Evento quer impulsionar uso de nanotecnologia e biotecnologia na saúde

Indústria da saúde

Especialistas do governo e da academia se reúnem nesta terça-feira (26) no seminário para estimular o uso da Nanotecnologia e da Biotecnologia como forma de promover o desenvolvimento competitivo no complexo industrial da saúde.

O seminário Áreas Estratégicas na Indústria de Saúde contará com representantes da indústria ligados ao setor da saúde.

O evento, realizado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Produtivo (ABDI), em São Paulo, objetiva promover o intercâmbio entre o setor produtivo e os centros de pesquisa.

O mercado brasileiro de medicamentos conta com cerca de 600 empresas, dentre elas laboratórios, importadores e distribuidores. Segundo dados de 2009 do Conselho Federal de Farmácia existem 550 indústrias farmacêuticas no País.

Nanotecnologia e biotecnologia na saúde

A proposta é criar uma agenda de ações em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) no setor de fármacos e medicamentos, produtos médicos e odontológicos.

A tendência é de que, em países emergentes como o Brasil, só o setor farmacêutico cresça, em média, 11% ao ano - de acordo com dados da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) do governo.

"Investimentos voltados para a aplicação dos conhecimentos em pesquisa como a Nanotecnologia e Biotecnologia para inovação de produtos médicos e medicamentos são fundamentais para aumentar a competitividade das empresas nacionais", afirma a diretora da ABDI, Maria Luisa Campos Machado Leal.

Hoje, as empresas nacionais sofrem uma concorrência forte e desproporcional das multinacionais, principalmente em relação aos produtos de maior valor agregado.

Seminário

No seminário serão abordados os seguintes temas:

  • Nanotecnologia e suas aplicações na indústria
  • Nanotecnologia no setor de produtos médicos e odontológicos
  • Programas, Fontes de Financiamentos e Infraestrutura em P&D
  • Recursos Humanos voltados para áreas estratégicas no Complexo Industrial da Saúde

As palestras serão ministradas por representantes do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Universidade de São Paulo (USP), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (URGS), da Financiadora de Estudos e Projetos (FInep/MCT) e do Sindicato das Indústrias de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma).


Ver mais notícias sobre os temas:

Nanotecnologia

Biochips

Desenvolvimento de Medicamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.