Pais continuam usando remédios contra tosse em bebês, apesar dos alertas

Remédios contra-indicados para crianças

Mais de 40 por cento dos pais continuam administrando medicamentos contra tosse em seus filhos menores de dois anos - apesar de que isso não é recomendado e nem tenha mostrado eficácia para crianças nessa faixa etária.

Médicos de uma universidade australiana entrevistaram 325 pais que procuraram atendimento em ambulatórios e serviços de atendimento infantil com seus filhos na faixa de até dois anos de idade.

Desconhecimento dos pais

A equipe da Dra. Misel Trajanovska fez algumas descobertas preocupantes:

  • 98% dos pais compraram medicamentos contra-indicados nos últimos dozes meses;
  • o medicamento mais utilizado foi o paracetamol;
  • 47,3% aplicaram geles para crescimento de dentes;
  • quase metade dos pais deram às suas crianças xaropes contra tosse e medicamentos contra gripe contendo anti-histamínicos;
  • quase todos os pais utilizaram medicamentos contra-indicados para combater dores e febre;
  • cerca de sete por cento dos pais deram medicamentos contra-indicados para seus filhos para acalmá-los ou fazê-los dormir.

A pesquisa não relata se os pais tinham conhecimento das contra-indicações.

Remédios contra gripe e tosse para bebês

A Dra. Trajanovska afirmou que o uso de remédios contra gripe e tosse em crianças menores do que dois anos é o que causa maior preocupação.

"Há uma grande quantidade de estudos internacionais relatando sérios efeitos colaterais entre bebês e crianças que tomaram medicamentos contra tosse que são contra-indicados," diz ela.

Medicamentos não funcionam

"Não há evidências de que esses medicamentos sequer sejam efetivos no tratamento contra a tosse. [As autoridades de saúde] recomendam que esses medicamentos não sejam utilizados por crianças menores do que dois anos..." completa ela.

Na Austrália, onde o estudo foi feito, a partir de Setembro a venda de medicamentos contra tosse para crianças menores do que dois anos somente poderá ser feita mediante receita médica.

Intoxicação e envenenamento

"Apesar do uso generalizado de medicamentos contra-indicados para crianças pequenas, elas não estão livres do risco de efeitos colaterais e envenenamento," diz Trajanovska.

Segundo ela, 16% das crianças atendidas com sintomas de envenenamento, na faixa até 4 anos de idade, apresentam intoxicação com paracetamol e 11% têm intoxicação causada por remédios contra tosse e gripe.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cuidados com o Recém-nascido

Intoxicação

Medicamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.