Pais dão pirulitos contaminados com catapora para os filhos

Contaminação voluntária

Nos Estados Unidos, pais estão comprando pela internet pirulitos infectados com catapora e dando-os para seus filhos.

Grupos de pais estão se reunindo em "festas da catapora", cujo objetivo é fazer com que as crianças infectadas com a doença a transmitam para outras crianças saudáveis.

A transmissão voluntária da doença tem como objetivo melhorar a imunidade das crianças. Uma vez contraída a catapora, o indivíduo cria imunidade para o resto da vida.

Os pais que participam da iniciativa não acreditam nos benefícios da vacina, e argumentam que a imunidade obtida naturalmente é melhor.

Riscos de outras doenças

Agora, as autoridades do Estado do Tennessee decidiram tomar medidas legais contra os pais que estão adotando esta prática.

Embora não haja leis que obriguem ou desobriguem os pais a vacinar seus filhos, as autoridades afirmam que a prática de enviar vírus e bactérias pelo correio é crime federal.

As autoridades de saúde, por sua vez, alertaram para os perigos de dar para os filhos pirulitos lambidos por outras crianças, neste caso contaminadas com catapora.

A exposição aos fluidos de outra criança pode gerar a contaminação com uma série de outras doenças, e não necessariamente apenas a catapora.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Cuidados com a Família

Infecções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.